Controle Patrimonial nas Empresas: Porque Fazer ?
Two colleagues at a factory

Controle Patrimonial nas Empresas: Porque Fazer ?

A Boa Realização do Controle Patrimonial e a sua Repercursão na Empresa

Controle Patrimonial: Conheça as Vantagens em Implementa-lo

Como todo profissional da área de gestão sabe, administrar uma empresa, seja qual for o seu tamanho e a sua área de atuação não é uma tarefa fácil.

Pagamentos, faturamento, despesas, o dia a dia da produção ou então o dia a dia da realização dos serviços, isso acaba consumindo a capacidade produtiva da equipe e sempre sobra pouco tempo para questões mais técnicas das gestão tais como o Controle Patrimonial.

Negligenciar o controle patrimonial pode trazer desvantagens e até mesmo punições legais para as empresas e seus gestores.

Vantagens do Controle Patrimonial do Ponto de Vista Legal

A falta de registro contábil de bens dentro de uma empresa decorrente de um controle patrimonial inadequado pode levar, nos casos mais graves, a autuação da empresa em um caso de Omissão de Receita.

Caso a empresa seja autuada por omissão de receita em um eventual processo, vão incidir sobre ela, além de todos os impostos relacionados não pagos, uma multa progressiva que vai sendo aplicada sistematicamente até que a empresa regularize sua situação.

Por isso sempre é fundamental para a empresa, do ponto de vista fiscal, manter um controle patrimonial adeaquado e sempre atualizado.

Vantagens do Controle Patrimonial do Ponto de Vista Prático

Do ponto de vista prático, do dia a dia da empresa, o controle patrimonial também tem suas vantagens. Uma empresa que tem um rígido controle sobre os seus bens, tombando e registrando seu patrimônio, gerenciando corretamente as movimentações dos ativos, corre muito menos risco de sofrer penalizações pelo fisco, e também de ter seu patrimônio furtado, desviado ou até mesmo perdido.

Pode parecer insignificante se pensarmos em casos isolados, mas somando ao longo de um ano inteiro, pequenas perdas, furtos ou desvios podem fazer uma bela diferença.

Estamos na era da eficiência, da sustentabilidade e da economia nas empresas, o desperdício de recursos deve ser sempre minimizado.

Vantagens do Controle Patrimonial do Ponto de Vista do Valor de Mercado dos Bens

Quando uma empresa não atualiza os valores de mercado, e pior, quando nem conhece o valor correto de mercado dos seus bens, é prejuizo na certa.

Vamos admitir o caso em que a empresa tem um catálogo completo de todos os bens pertencentes a mesma, e que, tudo está registrado e lançado contábilmente. Esse fato já garante que a empresa não se enquadra em um caso de Omissão de Receita, e isso é muito bom. No entanto, embora pareça um cenário ideal, é apenas meio caminho andado para um processo de controle patrimonial efetivo.

A empresa é um ambiente dinâmico, o controle patrimonial também deve ser um processo dinâmico, ele deve sempre ser atualizado periodicamente com o controle de movimentação de seus ativos, gestão das baixas e aquisições, e controle dos bens auditados por inventários cíclicos.

Essa questão é especialmente crítica no caso dos imóveis, que são bens de alto valor e que sofrem grandes oscilações.

A empresa pode ter um imóvel muito mais valorizado do que os registros apontam, e isso pode trazer também um bom prejuizo no momento da venda do mesmo. Sem contar que detendo um patrimônio menor, a empresa pode oferecer menos garantias em operações de crédito do que deveria, o que limita bastante a captação de recursos.

Seja direta ou indiretamente, a realização do controle patrimonial sempre traz benefícios para a empresa, no curto, médio e longo prazo. 

A CPCON é especializada em projetos de implantação de controles, gestão e avaliação patrimonial.

Acompanhe nossos artigos e saiba mais sobres os temas de gestão e avaliação de ativos. Mande uma mensagem, será bom ouvir sua opinião.

Deixe uma resposta