Operacional de empresas e o impacto da pandemia de Covid-19

Operacional de empresas e o impacto da pandemia de Covid-19

Para crescer e se manter firme no mercado, uma empresa precisa de muitas coisas: planejamento, organização, execução, estratégias de marketing e muito mais. Entre uma das áreas de extrema necessidade para uma empresa, está o setor operacional. Apesar de toda relevância, nem todos sabem exatamente o que esse setor faz e quão importante é. Isso pode ser um grande problema para quem deseja abrir uma empresa ou manter o seu negócio aberto durante a pandemia.

Durante a crise pandêmica, o operacional das empresas foi afetado e recuperá-lo é essencial. Para te ajudar a reverter os efeitos da pandemia nesse setor, salvando a sua empresa, a CPCON pode explicar tudo o que você precisa saber sobre o operacional de empresas: definição, atribuições e importância. Além disso, é claro, apresentamos as estratégias que precisam ser adotadas para resolver os problemas operacionais causados pela pandemia. Siga o conteúdo até o final e aproveite!

 

O que é o operacional de empresas?

Para começar, precisamos ter bem claro o conceito de sistema operacional de empresas. Afinal, o que é sistema operacional? O operacional é um setor da administração responsável por acompanhar todas as atividades que envolvem a produção e a disponibilização de serviços e produtos da empresa aos seus consumidores.

Para conseguir gerir todas essas atividades relacionadas à produção e disponibilização de serviços, o trabalho de quem trabalha no planejamento operacional envolve diversas atribuições. Algumas delas são as seguintes:

1. Gestão de rotina de operações

Organização e rotina são palavras essenciais para muitas empresas e é para que elas cumpram que o setor operacional atua. Na atividade de gestão de rotina de operações, os profissionais do operacional organizam todas as operações de entregas, tanto a de produtos quanto a de serviços. Desse modo, a empresa pode evitar imprevistos e garantir que os produtos e serviços cheguem ao mercado consumidor no prazo estipulado.

2. Análise de qualidade

Para que uma empresa se destaque no mercado, ela precisa, entre outras coisas, garantir a qualidade de seus produtos e serviços. É para isso que o profissional do planejamento operacional é responsável pela análise de qualidade do trabalho. Essa atividade tem a missão de analisar o cumprimento das metas, prazos, padrões de qualidade e outras atividades desse campo. Assim, a empresa pode se apresentar no mercado da melhor maneira possível.

3. Gestão do desperdício

O desperdício, seja de matéria-prima ou de oportunidades de vendas, pode gerar sérios prejuízos à empresa. Para evitar isso, o profissional que trabalha no planejamento operacional, cuidando da gestão de desperdício, é responsável por avaliar as áreas de produção e prestação de serviços nas quais haja desperdício. Identificando essas áreas, elas são notificadas para que se redefinam as estratégias utilizadas na área onde há o desperdício.

4. Identificação de problemas

Erros acontecem, ninguém, nem empresa alguma está livre deles. Apesar de fazer parte do processo, eles atrapalham o desempenho de uma empresa e, por isso, devem ser evitados. É nesse sentido que o setor operacional atua para identificar os problemas que acontecem nos processos operacionais. Após identificá-los, os profissionais responsáveis comunicarão o problema para que ele seja resolvido no menor tempo possível, evitando, assim, que a empresa tenha maiores prejuízos.

5. Sugestão de melhorias

Não há sentido algum em identificar um erro e não corrigi-lo, certo? É por isso que o sistema operacional também se debruça sobre a missão de pensar em melhorias com base na realidade da empresa. Após pensar nessas melhorias, o profissional do sistema operacional faz a sugestão do que deve ser abolido, o que deve continuar sendo praticado e o que deve sofrer alterações.

Qual a importância do setor operacional?

Após entender o que é e quais as funções do sistema operacional, você já deve ter percebido a importância desse setor. Você já ouviu aquela frase “a primeira impressão é a que fica?”, pois o sistema operacional é justamente o responsável por deixar a primeira impressão.

Por cuidar das atividades com as quais o cliente da empresa terá o seu primeiro contato, o sistema operacional se torna uma espécie de cartão de visitas. Esse setor lida diretamente com o cliente, garantindo que este receba o produto e serviço que a marca se comprometeu a entregar. É por meio desse trabalho que a empresa fortalece a sua imagem diante do cliente. Essa é a importância do operacional.

Devido a essa relevância, o planejamento operacional deve ser muito bem pensado e executado para que o cliente tenha as melhores impressões possíveis sobre a empresa.

A pandemia e as empresas

Durante a pandemia, muitas empresas foram afetadas de diversas formas, com a diminuição de vendas, desligamento de funcionários e muito mais. Tudo isso, é claro, tem impacto diretamente no setor operacional. Segundo pesquisa do Sebrae, quase 59% das pequenas empresas que fecharam tiveram que encerrar suas atividades por conta da pandemia, enquanto outras 31% passaram por mudanças no seu funcionamento.

No setor operacional, especificamente, podemos identificar mudanças na forma de ofertar os produtos e serviços aos clientes, além de mudanças no horário e no modo de prestação de serviços. Para ser mais exato, quase 42% passaram a fazer apenas entregas para compras on-line, 41,2% passaram a trabalhar em horário reduzido, e 21,6% passaram a trabalhar de maneira remota.

Além dessas dificuldades, o setor operacional das empresas também enfrentou as outras dificuldades, tais como:

1. Demanda de matéria-prima

Durante a pandemia, o operacional de algumas empresas sofreu com a dificuldade de abastecimento de matérias-primas. Com isso, a produção também foi afetada.

2. Licença de funcionários

Outra questão que trouxe alguns problemas para o operacional de empresas foi o licenciamento de funcionários devido à contaminação pelo vírus da Covid-19. Com menos pessoas trabalhando, algumas equipes ficaram mais sobrecarregadas.

3. Queda de produtividade

Além da diminuição das equipes, o operacional ainda teve que lidar com a queda da produtividade, seja pelas equipes reduzidas ou pelas distrações que o trabalho remoto impõe.

4. Dificuldade de contato com o cliente

Por trabalhar diretamente com o cliente, o operacional foi fortemente afetado pelas dificuldades de contato com o cliente durante a pandemia. Manter a relação de fidelidade entre consumidor e empresa foi abalado.

5. Rodízio de funcionários

As dificuldades que a pandemia gerou obrigaram as empresas a fazerem algumas transformações. O objetivo foi tentar manter os negócios durante o período. Algumas das adaptações que as empresas precisaram fazer para manter seus negócios, foram:

1. Drive Thru

Empresas que atuam no setor alimentício aproveitaram uma tendência que já existia antes da pandemia para não parar as atividades. O Drive-thru foi bem útil nesse sentido, já que, por meio dele, os clientes podiam buscar seus pedidos sem o risco de contágio.

2. Demissão

Infelizmente, a pandemia obrigou cerca de 18% dos pequenos negócios a demitirem os seus funcionários como uma forma de manter as contas equilibradas.

Como lidar com o momento atual?

Já conhecendo os problemas enfrentados pelas empresas durante a pandemia, você deve estar se perguntando como passar por esse momento? Afinal, esse é um conhecimento super valioso para o momento. Para te ajudar a entender como superar os impactos causados pela pandemia nas empresas, a CPCON lista, a seguir, algumas das ações que você pode instaurar na sua empresa.

1. Trabalho em equipe

O trabalho em equipe, que mesmo antes da pandemia já era de extrema importância, torna-se ainda mais necessário para a recuperação do operacional das empresas. A importância do trabalho em equipe está no fato de que mais pessoas trabalhando em conjunto podem colaborar para a elaboração de ideias e estratégias, que visem melhorar a performance da empresa durante a pandemia.

2. Liderança

Ainda que o trabalho em grupo, com participação de todas as partes seja importante, a liderança também é essencial para que as empresas consigam superar os impactos da pandemia. Uma pessoa ou uma equipe responsável por organizar e liderar a equipe que atua no operacional, incentiva os colaboradores a desenvolverem mais estratégias para o momento.

3. Ajuste de orçamento

Diante dos impactos que a pandemia causou nas finanças das empresas, é muito importante que as instituições saibam planejar seus gastos de acordo com o valor que têm disponível no caixa. Além disso, é preciso elaborar um novo cronograma de recebimentos e pagamentos para não atrasar os pagamentos e sempre ter o produto necessário.

Conheça a CPCON

Depois de aprender mais sobre o operacional das empresas e como a empresa pode atravessar esse momento de crise gerada pela pandemia, você precisa conhecer a CPCON. Ela é a maior empresa na área de gestão e avaliação patrimonial do país, detentora dos maiores atestados de projetos e da maior quantidade de itens já realizados em um único inventário no Brasil e no mundo.

Ao longo dos mais de 25 anos de existência, a CPCON já atendeu mais de 2000 clientes em projetos diferenciados, e você pode ser o próximo. Com especialização em gestão de ativos, projetos de arquitetura e facilities, gestão de estoques, entre outras áreas, a CPCON pode ajudar a sua empresa a lidar com o cenário pandêmico.

Os profissionais da CPCON são qualificados e têm a experiência necessária para auxiliar no setor operacional da sua empresa, ajudando-a a superar a crise gerada pela pandemia. Entre em contato com a CPCON e descubra como a sua empresa pode se beneficiar de seus serviços.

Deixe uma resposta