Valuation: saiba o que é e como usar na sua empresa
Quer saber o que é valuation e onde fazer? Descubra como a avaliação financeira funciona e como ela pode ajudar o seu negócio!

Valuation: saiba o que é e como usar na sua empresa

Você sabe o que é valuation e como isso beneficia a avaliação financeira da sua empresa? Quando falamos de um mundo empresarial, alguns termos aparecem diariamente, como é o caso de “valuation”, por exemplo. Entretanto, nem sempre os assuntos sobre o valor econômico de um negócio são claros. 

Por isso, vamos te explicar tudo sobre avaliação de empresas e sua importância para a compra, a venda e a fusão de negócios. Quer saber um pouco mais sobre o assunto? Vamos lá!

Valuation: saiba o que é e como usar na sua empresa
Valuation é a etapa que estima o valor líquido de uma empresa | Foto: freepik.com

O que é Valuation?

Traduzido do inglês, valuation significa “avaliação de empresas”. Basicamente, é a etapa que estima o valor líquido de uma empresa x, sendo realizada uma avaliação financeira profunda para determinar um preço justo no processo de M&A (Mergers and Acquisitions) – que significa “fusões e aquisições”, em português.

Sendo assim, valuation é o que atribui o valor econômico líquido para uma empresa, sendo de muita importância até mesmo para ganhar investidores.

Por que fazer uma valuation do meu negócio?

Sabendo um valor aproximado da sua empresa, é possível atrair mais investidores e, consequentemente, um maior crescimento do seu negócio. No mercado de ações, os preços de investimentos possuem certa amplitude, o que torna difícil distinguir o que seria benéfico ou não ao aplicar um fundo monetário.

Isto é, sem uma análise financeira pré-determinada, fica mais complicado entrar em um negócio que valha tanto o quanto aparenta, além de ser prejudicial tanto para a empresa quanto para o investidor. Por isso, o ideal é realizar uma valuation de qualidade da sua empresa.

Ficou interessado? O Grupo CPCON pode te ajudar a fazer a avaliação patrimonial da sua empresa. Clique aqui e saiba como!

Como fazer uma valuation de qualidade?

Para avaliar economicamente uma empresa, é necessário cumprir três etapas que auxiliam a consistência e a confiabilidade do resultado final:

  • transparência
  • fundamentação
  • credibilidade.

A primeira etapa é garantir a transparência da sua empresa na avaliação. Isto é, agir conforme a lei vigente e deixar clara a realidade dos negócios. Esse é um passo importante para que ninguém seja prejudicado no futuro.

O segundo passo essencial é ter fundamentação. Ou seja, basear a sua avaliação em critérios justos e consistentes, considerando até mesmo o estágio de evolução do objeto de análise. Avaliar empresas não possui uma regra, cada uma possui um crescimento diferente, seja ele acelerado, demorado ou misto.

A terceira parte é apresentar credibilidade. Afinal, provas são necessárias para uma avaliação crível e confiável. Portanto, lembre-se sempre de documentar o que for necessário e, assim, demonstrar credibilidade ao possível investidor e/ou comprador.

Portanto, transparência, fundamentação e credibilidade são três palavras que não devem ser deixadas de fora ao fazer uma avaliação financeira!

Fases de uma avaliação financeira

Basicamente, a avaliação financeira de uma empresa acontece em três fases:

  • acompanhar os negócios da empresa avaliada
  • enxergar o futuro da empresa de forma realista
  • realizar a avaliação financeira.

O primeiro passo é acompanhar os negócios da empresa avaliada. É necessário conhecer qual o contexto em que essa está e traçar um plano de pontos positivos e negativos. Além disso, é importante analisar o prazo médio dos recebimentos e dos pagamentos da empresa, a taxa de retorno dos investimentos e sua rentabilidade e o lucro e o retorno financeiro.

O segundo passo é enxergar o futuro da empresa, sendo sempre realista. Idealizar um crescimento do negócio sem uma previsão de orçamento pode te afundar em dívidas. Por isso, trace um plano de vendas e fique atento às despesas com folhas de pagamento. Para ajudar, faça possíveis  previsões de investimentos e valorização ou desvalorização dos serviços prestados pela empresa.

Por último, o terceiro passo é realizar a avaliação financeira. Ou seja, juntar todo o estudo do objeto de análise feito nos passos anteriores e documentá-los. Ao conhecer e traçar uma linha para os negócios, já se tem o bastante para produzir os documentos essenciais que uma valuation requer.

Documentação para avaliação de empresas

O que deve conter nesse compilado de avaliação de empresas? Nos documentos devem constar os valores obtidos em moeda, a descrição dos métodos que foram utilizados, uma análise da atividade do negócio, um modelo financeiro da empresa, os objetivos da avaliação e todas as provas.

Por fim, anexe o necessário para transmitir a credibilidade suficiente para uma avaliação financeira de qualidade. Seguindo essas dicas, a sua empresa fará uma valuation de qualidade e será bem-sucedida!

Para facilitar, contrate uma empresa especializada para fazer tudo isso por você. O Grupo CPCON está há mais de 25 anos no mercado. É a maior empresa na área de Gestão e Avaliação Patrimonial do país, detentora dos maiores atestados de projetos e da maior quantidade de itens já realizados em um único inventário no Brasil e no mundo. Dentre os serviços, oferece:

  • Avaliações de complexos industriais, máquinas e equipamentos, instalações, móveis e utensílios e equipamentos de informática
  • Avaliações de jazidas minerais, embarcações, aeronaves, e outros tipos de bens
  • Avaliações para suporte a processos de importação e exportação
  • Avaliação econômica de empresas para fins de fusões, aquisições, joint-ventures, cisões e venda, além de abertura e fechamento de capital
  • Gestão contábil: avaliações e reavaliações de ativos com foco gerencial, em seguros e garantias.

Para saber mais, clique aqui e acesse o site do Grupo CPCON!

Deixe uma resposta