Laudo PPA e Combinação de Negócios

Início | Laudo PPA e Combinação de Negócios

Nossos profissionais possuem uma compreensão profunda dos requisitos de avaliação de relatórios financeiros em conformidade com CPC 15 (R1), – Combinação de Negócios e Norma Internacional de Relatórios Financeiros 3: Combinações de Negócios (IFRS 3), permitindo-nos fornecer insights práticos sobre questões-chave para clientes, auditores e interesses dos reguladores. 

ASC 805 e IFRS 3 são normas altamente convergentes, embora existam algumas diferenças entre as duas. De acordo com ASC 805 e IFRS 3, o preço de compra de uma aquisição é alocado a ativos identificáveis ​​adquiridos pelo valor justo e passivos assumidos, com algumas exceções. O ativo de vida finita identificável é então depreciado/amortizado ao longo de sua vida útil remanescente. 

A CPCON pode ajudá-lo a resolver os complexos problemas de avaliação que surgem no contexto do CPC 15 do ASC 805 e IFRS 3 durante todo o processo de transação, incluindo:

  • Uma análise de preços de pré-aquisição, incluindo estimativa do impacto de acréscimo/diluição nos lucros, fornece o valor inicial e a vida econômica do ativo a ser adquirido.
  • Avalie ou construa considerações contingentes e modele o impacto potencial em benefícios futuros com nossa equipe de especialistas em nossa prática de Consultoria de Valor Estratégico.
  • Avaliação de ativos e passivos contingentes.
  • Alocações proforma necessárias para arquivamento junto à SEC e outros reguladores.
  • Mensure o valor justo da contraprestação de transferência, participações societárias anteriormente detidas e participações não controladoras remanescentes na data da aquisição.
  • Mensure o valor justo na data da compra e analise a vida econômica dos imóveis, máquinas e equipamentos adquiridos, bem como ativos intangíveis identificáveis ​​e propriedade intelectual, como marcas, tecnologias, pesquisas em andamento e relacionamento com clientes.
  • Mensuração do valor justo de passivos contratuais (também conhecido como receita diferida) e outros passivos.
  • Avaliação de opções de compra/venda de ações.
  • Derivativos e outros instrumentos financeiros são avaliados quando necessário e posteriormente marcados no mercado.
  • Alocar o preço de compra e o ágio à unidade de relatório (unidade geradora de caixa).
  • Avaliação de pessoas jurídicas para fins tributários relacionadas a combinações de negócios.

Entre em contato!

Nosso time de especialistas está preparado para te atender e realizar a melhor solução para a sua empresa!