Como o RFID está melhorando a eficiência na indústria automotiva

Como o RFID está melhorando a eficiência na indústria automotiva
A RFID é uma tecnologia que otimiza processos, principalmente na indústria automotiva. Com isso, é interessante implementá-la nos negócios.

O sistema de RFID tem contribuído positivamente na indústria automotiva. Pois, compreenda que ele otimiza os processos e é bastante superior ao código de barras convencional.

Assim, você precisa saber que o método tem se expandido cada vez mais, trazendo muitas vantagens. Então é sobre isso que vamos falar neste artigo completo a respeito do tema.

O que é RFID?

De uma forma resumida, saiba que a RFID consiste numa tecnologia bastante moderna. Ao passo que em relação ao código de barras convencional tem amplas vantagens.

Uma vez que ela não requer um contato visual para captar os dados. Sendo utilizadas as ondas de rádio para realizar a tarefa. Nisso, temos um sistema de Identificação por radiofrequência.

Onde a sigla RFID é método principal e temos dados codificados em etiquetas. Além de contar com as antenas para que a atividade seja possível. Como resultado, as informações são captadas pelo leitor que usa as ondas de rádio.

De fato, entenda que é bem parecido com o convencional código de barras. Entretanto, em comparação a ele, a nova tecnologia obtém os dados diretamente das etiquetas.

Só que mesmo estando distante delas, apenas usando um dispositivo. Enquanto que o RFID na indústria automotiva armazena os dados dentro de um banco específico.

Por certo, essas informações estarão sempre disponíveis quando forem necessárias. Certamente, compreenda que a tecnologia se torna superior aos softwares que fazem rastreamento dos ativos.

Vale ressaltar que o sistema consegue fazer leituras mesmo distante do campo de visão. Nisso, se torna mais viável do que o código de barras que exige proximidade do leitor.

Desse modo, saiba que o gerenciamento e controle serão muito mais efetivos. Principalmente na área de depósitos e também no monitoramento. Pois, saiba que o RFID estará sempre em pleno funcionamento.

Pontos chave

  • Sistema RFID: Tecnologia de radiofrequência que é superior ao convencional código de barras. Não requer leitura manual, pois é automatizada e não precisa estar próxima da etiqueta;
  • Vantagens: vários informações nas etiquetas, leitura simultânea das tags, evitar erros manuais, confiabilidade s segurança, rastreio rápida, recuperação dos dados rapidamente, entre outras;
  • Elementos da RFID: Etiqueta (contém os dados), Antena (base da comunicação sem fio) e Leitor (recebe e retransmite as informações).

O funcionamento do sistema RFID na indústria automotiva

No tópico anterior foi possível entender o que esse sistema é capaz de fazer. Já que traz diversas vantagens, permitindo controlar e monitorar mesmo estando a distância das etiquetas.

Dessa forma, compreenda que o RFID é pertencente ao grupo chamado de AIDC. Onde temos a identificação de modo automático. E também a captura dos dados, armazenando eles em local adequado.

Aliás, saiba que não é nem mesmo necessário que haja intervenção humana. O sistema basicamente utiliza as ondas de rádio para a realização das tarefas. De tal modo que requer apenas 3 elementos para seu funcionamento.

Nesse sentido, você deve saber que temos a etiqueta inteligente, a antena e o leitor. Assim, entenda que a etiqueta tem um circuito que é integrado a ela. Bem como está relacionado com a antena inserida no conjunto.

No caso, isso serve para que o RFID possa receber os dados de maneira correta. O leitor é quem fará o processo de conversão no formato adequado para serem utilizados.

Decerto, compreenda que a transferência das informações obtidas vão da interface até o computador (host). Com isso, o armazenamento será feito em um banco de dados e permitindo análises quando for preciso.

Como o RFID está melhorando a eficiência na indústria automotiva

A indústria automotiva

Você viu a importância do RFID e no que ele pode contribuir nas mais diversas áreas. Desse modo, compreenda a indústria automotiva, tende a ser uma das criadoras das tendências tecnológicas.

Visto que a primeira linha de montagem surgiu em 1.913 através de Henry Ford. Com isso, entenda que houve uma evolução considerável no setor e na produção de automóveis.

Atualmente, o RFID chega para integrar as novidades na indústria. Contribuindo e trazendo otimizações nas mais diversas tarefas presentes no setor.

De fato, saiba que a complexidade é muito elevada e são modelos diferentes. Onde temos uma grande variedade de equipamentos, causando certos desafios mediante a individualidade.

Nisso, os trabalhadores que atuam nas montagens são impactados por diversos componentes. Por certo, tudo isso exige com que haja um sistema de rastreamento assertivo dos itens de modo a evitar erros.

Dessa forma, saiba que o RFID na indústria automotiva pode trazer muitas contribuições. Uma vez que substitui os códigos de barras que seriam escaneados de maneira manual.

Quais são as vantagens do RFID em comparação ao código de barras?

A fim de otimizar o serviço para os funcionários e de manter uma maior segurança temos a RFID. Sendo uma tecnologia inovadora que ajuda a aliviar as tarefas deles em suas rotinas.

Ao passo que são muitas as vantagens, tais como:
A etiqueta do sistema traz muito mais informações adicionais, superando os dados do produto obtidos no código de barras;
O sistema convencional necessita da leitura próxima dos códigos. Já a RFID consegue ler simultaneamente vários códigos e mesmo os já instalados;
É um método que não exige parte manual, evitando erros e acelerando as leituras;
Permite o rastreio usando as etiquetas em poucos segundos. Dessa forma, é possível saber se determinados componentes já forma instalados;
É capaz de recuperar com velocidade os dados mesmo não contando com o contato visual;
Sujeiras, pinturas ou mesmo óleo não atrapalham no funcionamento da tecnologia;
As etiquetas são duráveis e não estragam facilmente nos mais diversos ambientes;
Entre muitos outros benefícios.
Decerto, perceba que a RFID na indústria automotiva traz resultados excelentes. Podendo ser aplicado no setor visando remover falhas manuais e trazendo um ganho de tempo considerável.

Aumento na rastreabilidade usando o RFID

Na indústria automotiva há um benefício importante ao implementar tal tecnologia. Desse modo, compreenda que a montagem de um automóvel precisa de milhares de peças.

Com isso, entenda que para obter uma etiqueta RFID é necessário que tal componente seja seguro. Um exemplo é o cabeamento do motor, que recebe a etiqueta para leitura automática.

Contudo, se fosse feito de modo manual, poderia acontecer algum erro na inserção dos dados no banco. Por isso, compreenda que a RFID é capaz de detectar isso de forma automática, otimizando o processo.

Além disso, saiba que a peça pode ser localizada seja no momento que for. Devido ao fato de que ela é rastreada do início até o fim da linha de produção. Permitindo com que haja maior flexibilidade e possíveis reagendamentos em longo prazo.

Vale destacar que você pode também saber se o componente foi posto no veículo correto. Como resultado, será possível obter uma maior eficiência e confiabilidade em todas as atividades.

Com isso, compreenda que a RFID na indústria automotiva é uma solução para remover etapas. Ou seja, isso é visto na parte da documentação e gerando transparência, desde a logística até na própria produção. Reduzindo o esforço e aumentando a rentabilidade.

Implementação da RFID

Um detalhe essencial é que tudo começa através dos fornecedores. Já que eles vão fazer a inserção das etiquetas nos componentes. A fim de que sejam monitorados na logística e nas instalações (manufatura).

Dessa forma, posteriormente ao chegar ao fabricante, temos a passagem para um portal. Onde será aplicado o RFID para realizar as leituras de todas as etiquetas necessárias.

Tudo isso de maneira automática e incluindo as peças em seu inventário. Vale dizer que quando o carro sair da linha de montagem haverá essa indicação. Pois, o portal do sistema usa um botão apenas para mostrar peças abaixo do capô.

Quais são os componentes utilizados na RFID?

Logo após todas essas informações você pode perceber a importância da tecnologia para a indústria. Uma vez que na RFID há um nível de organização e monitoramento completos.

Assim, é fundamental saber quais componentes integram o conjunto. Nesse sentido, saiba que temos:

– Tags: são as etiquetas que transmitem e respondem os comandos. De tal forma que os mesmos são recebidos mediante as ondas de rádio. E conta com um chip que detém as informações dos objetos. Aliás, as mesmas são envolvidas com plástico ou mesmo silicone;
– Antenas: são realmente a base para que haja a comunicação sem fio. Enviando e recebendo as ondas (rádio) que permitem o funcionamento do sistema. Aliás, cada antena serve para uma determinada faixa (frequência) específica;
– Leitores: servem para se comunicarem com as etiquetas através da própria antena. Nisso, ativam a tag para receber e retransmitir todos os dados do produto. Chegando ao software que está no computador, gerando um completo monitoramento.

Certamente, compreenda que a RFID é um sistema revolucionário para uso recente. Garantindo ótimos resultados e evitando com que falhas e erros manuais possam acontecer.

A radiofrequência e a indústria automotiva

Essa parceria entre tecnologia e setor tem contribuído bastante para a cadeia produtiva. De tal maneira que vai desde o chão (fábrica) até o consumidor final. Eliminando os erros que atrapalham e causam prejuízos na indústria.

Consequentemente, compreenda que a RFID gera produtividade na equipe, aumentando a experiência para com os clientes. Certamente, para alavancar os negócios é indispensável pensar no uso da tecnologia.

Conclusão

Não há dúvidas de que a tendência é de uma ampliação no uso da tecnologia RFID. Já que a mesma tem feito muitas contribuições importantes, auxiliando no setor com maestria.

Desse modo, saiba que o processo automatizado é muito superior ao manual. Uma vez que falhas humanas podem vir a ocorrer e isso acaba gerando prejuízos em certos casos.

Além disso, contar com um bom monitoramento ajuda na hora de obter as informações. E a RFID possibilita um rastreamento em todo o processo produtivo de determinado produto. Portanto, a tendência é de que cada vez mais empresas comecem a aderir a essa inovação.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Você quer um inventario mais eficiente?
Beneficie-se com o rastreio em tempo real, redução significativa de perdas e um aumento notável na velocidade dos processos de gestão de ativos e estoques.
Sobre o Grupo CPCON
No Grupo CPCON, você encontra soluções especializadas em gestão de ativos e estoques, com ênfase na tecnologia RFID, para otimizar e agilizar seus processos. Oferecemos serviços como inventário de ativos, gestão de ativos de TI, consultoria imobiliária, reconciliação fiscal-física e automação com RFID. Além disso, temos gestão de estoque, serviços de avaliação, soluções ágeis, software e consultorias variadas. Nossa vasta experiência, incluindo trabalhos com clientes renomados como Caixa Econômica, Vale e Petrobras, reforça nosso compromisso com ética e proteção de dados.
Guias
Soluções
Cansado de erros e imprecisões na Gestão de Seus Ativos e Estoques?
Experimente a precisão e eficiência da tecnologia RFID do Grupo CPCON. Com rastreamento em tempo real e uma drástica redução nas perdas, acelere os processos de inventário e gestão em sua empresa. Transforme sua gestão de ativos hoje mesmo!
Em destaque

Conteúdos Relacionados a

Comitê de Pronunciamento Contábeis

Redução ao Valor Recuperável de Ativos – Mudança Lei 11.638/07

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis reitera o pronunciamento técnico CPC 01 sobre a Redução ao Valor Recuperável de Ativos. Conforme Art. 3º, Considera-se de grande porte, para fins exclusivos desta lei, a sociedade ou conjunto de sociedades sob controle comum que tiver, no exercício social anterior, ativo total superior a R$ 240.000.000,00 ou receita bruta anual superior a R$ 300.000.000,00”

Continuar lendo »
Novidades

Conteúdo Recentes

Rolar para cima