Inteligência Artificial na Gestão de Ativos: O Futuro é Agora

Inteligência Artificial na Gestão de Ativos
A Inteligência Artificial na Gestão de Ativos é eficaz e traz uma série de benefícios. Por isso, conhecer o processo é algo fundamental.

Já imaginou o impacto da Inteligência Artificial na Gestão de Ativos? Este artigo é o seu guia para entender como a IA está tornando a gestão de ativos mais eficiente, segura e rentável.

Se você tem interesse em eficiência operacional e análise de risco, prepara-se para descobrir como a IA pode ser sua maior aliada. Fique à frente na corrida da inovação e descubra insights que podem transformar sua forma de gerir ativos.

Pontos Chave

Impacto da IA na Eficiência OperacionalIA em Análise de Risco e ConformidadeBenefícios Financeiros e ROIDesafios e Considerações ÉticasEstudos de Caso e Aplicações Práticas
Automatiza tarefas e libera funcionários para atividades mais estratégicas.Ajuda na detecção de falhas e mantém a segurança dos dados em conformidade com as leis.Melhora o Retorno Sobre o Investimento através de eficiência e precisão.Aborda questões éticas e de segurança de dados.Aplica-se em diversas áreas como investimentos, softwares empresariais e gestão de ativos.

O que é Inteligência Artificial (IA)?

A Inteligência Artificial (IA) é uma tecnologia moderna onde uma máquina consegue realizar tarefas semelhantes ao seu humano. De tal forma que tais competências incluem o raciocínio, planejamentos, aprendizagens e até mesmo a criatividade.

Dessa forma, saiba que a mesma estes sistemas específicos captam o ambiente ao redor. Ao passo que lida com os problemas realizando soluções e agem até obterem o objetivo proposto.

Nisso, entenda que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos pode trazer muitas vantagens. Desde a automação de processos até no uso das mais diversas ferramentas de IA disponíveis.

Definição de Inteligência Artificial

Em termos de definição da Inteligência Artificial você deve saber que ela pode ser explicada de vários modos. Visto que pode estar relacionada ao software através dos:

  • Assistentes virtuais;
  • Softwares de análise de imagem;
  • Motores de busca;
  • Sistemas de reconhecimento facial e de voz.

Enquanto que na parte do hardware temos:

  • Robôs;
  • Carros autônomos;
  • Drones;
  • Aplicações (Internet das Coisas).

Além disso, compreenda que haverá uma maior segurança de dados e também teremos uma otimização de recursos. Permitindo uma gestão mais competente e efetiva nas empresas.

História e Evolução da IA

É importante também que você conheça a evolução desta ferramenta tecnológica. Uma vez que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos tem contribuído muito e gera ótimos resultados.

Em resumo, saiba que o processo começou com:

  • Alan Turing que queria testar se a máquina poderia ser comportar como um ser humano (Teste de Turing);
  • 1.956: a IA se tornou um campo para estudo;
  • 1.964: criação do primeiro chatbot.

Logo após isso a Inteligência Artificial está sendo cada vez mais utilizada nos mais diversos processos. Afinal, compreenda que é uma machine learning que traz ajuda nas tarefas e tendências emergentes na gestão dos ativos.

Ademais, hoje temos vários assistentes virtuais tais como a Siri, Google Assistant e a Alexa. Além de sites, plataformas, apps e diversos aparelhos que contam com tal tecnologia.

Por que a IA é Crucial na Gestão de Ativos?

A Inteligência Artificial na Gestão de Ativos tem contribuições incríveis para as empresas. Pois, compreenda que a tecnologia em questão consegue realizar a otimização de recursos e processos, reduz custos e na minimização dos riscos.

De fato, entenda que a ferramenta consegue lidar até mesmo com o Big Data. A fim de que sejam reconhecidos os padrões e que isso ajude nas tomadas de decisões.

Eficiência operacional

Em termos de eficiência operacional saiba que a IA consegue lidar com quantidades gigantes de informações. Dessa forma, compreenda que a mesma analisa com competência todas as informações em diversos sistemas.

E isso faz com que haja uma identificação das áreas que carecem de uma otimização. Nisso, entenda que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos pode trazer diversas contribuições.

Por certo, compreenda que a equipe consegue achar os processo ineficientes e podem melhorar sua produtividade. Enquanto que se torna possível elaborar soluções que sirvam para reduzir o gasto de tempo nas tarefas.

Com isso, saiba que é possível fazer a automação de processos, principalmente aquelas repetitivas. De tal modo que mantém a empresa em conformidade regulatória e ajuda na monitoração dos sistemas.

Análise de dados em tempo real

Outro detalhe importante é que a análise dos dados pode ser feita em tempo real. Dessa maneira, compreenda que ele atua com Big Data e faz análises dos dados nos mais diversos sistemas.

Além de identificar aquelas áreas que carecem de otimizações de recursos. Sendo que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos permite fazer isso no momento oportuno, resultando em processos mais efetivos.

Impacto da IA na Eficiência Operacional

São muitos os impactos gerados pela IA na eficiência operacional. Desse modo, compreenda que temos uma análise de risco muito mais competente. Ao passo que se torna possível identificar áreas que carecem de melhorias. E as ferramentas de IA são ótimas para auxiliar nestas questões.

Automação de Tarefas

Você deve saber que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos é excelente para a automação de processos. De tal forma que é feito um monitoramento mais competente nos sistemas.

Fazendo com que os colaboradores possam se dedicar a outras atividades que sejam mais estratégicas e complexas. De fato, saiba que a gestão ficará mais ágil, adaptável e com eficiência. Além de manter a conformidade regulatória e trazendo benefícios inclusive no ROI (Retorno Sobre Investimento).

Otimização de Processos

A Inteligência Artificial é capaz de auxiliar na identificação das oportunidades que sirvam para otimizar os processo. Enquanto que é fundamental para gerar uma redução nas falhas e nos erros.

De tal forma que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos é capaz de reduzir os custos. Por certo, compreenda que temos o viés algorítmico que são úteis para o aprendizado da máquina (machine learning).

Ademais, saiba que se torna capaz de fazer o monitoramento contínuo de todo o desempenho. Além de permitir a identificação dos padrões que ajudam a mostrar falhas e erros nos processos.

IA em Análise de Risco e Conformidade

Nas análises de riscos e na conformidade dos dados também é fundamental contar com a Inteligência Artificial. Visto que com o uso de um sistema inteligente haverá uma maneira mais competente e segura de lidar com as possíveis falhas e erros seguindo as leis vigentes.

Avaliação de Risco

A Inteligência Artificial na Gestão de Ativos é ideal para a avaliação de riscos mais efetiva. De tal forma que são vários os padrões e as práticas que auxiliam as empresas.

Ao passo que isso facilita na mitigação dos riscos e se torna possível treinar as informações que se modificam com o tempo. De tal modo que a própria equipe terá vários benefícios na realização da tarefa.

Conformidade Regulatória

Você deve saber que a IA permite com que haja uma conformidade regulatória mais efetiva. Desse modo, compreenda que além da segurança de dados temos a obediência as leis.

Visto que as chances de erros e falhas são menores com o uso dos softwares com inteligência artificial. De fato, entenda que este é um dos pontos fundamentais da Inteligência Artificial na Gestão de Ativos.

Benefícios Financeiros e ROI da IA na Gestão de Ativos

Entre as contribuições da IA temos os benefícios financeiros que incluem a gestão dos ativos. Desse modo, compreenda o processo é tão efetivo que age até mesmo na área da sustentabilidade. Sendo que fica mais prático e seguro de lidar com os dados e com as informações.

Redução de Custos

A IA consegue ajudar até mesmo na redução de custos nas empresas e organizações. Dessa forma, compreenda que tal tecnologia é possível controlar melhor os gastos feitos pela instituição.

Com isso, entenda que são muitas as contribuições, tais como:

  • Eficiência organizacional;
  • Identificação dos gastos excessivos;
  • Dados utilizados como ferramentas para pesquisa;
  • Prevenção dos problemas;
  • Criatividade amplificada.

Por certo, saiba que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos é imprescindível. Gerando muitos ganhos e ótimos resultados para as empresas que utilizam a tecnologia moderna.

Aumento da Lucratividade

Um ponto essencial da Inteligência Artificial é que ela pode contribuir no aumento dos lucros. De tal forma que estima-se que os ganhos com isso podem chegar a faixa dos US$ 4,4 trilhões (anual).

De fato, saiba que com a escalada positiva na produtividade e com menos erros e falhas os resultados serão mais concretos. Nisso, entenda que a IA pode ser utilizada nas áreas de atendimento, engenharia (software), marketing/vendas e nas pesquisas para desenvolvimento.

Desafios e Considerações Éticas

Nos desafios e considerações éticas da Inteligência Artificial na Gestão de Ativos temos um ponto essencial. Pois, compreenda que temos tanto vantagens quanto fatores que precisam ser otimizados. Já que essa é uma tecnologia que ainda está em pleno crescimento e evolução.

Viés algorítmico

No viés algorítmico temos que os sistemas da Inteligência Artificial possuem treinamentos através de conjuntos com diversos dados. Ao passo que se torna preciso que isso seja analisado para evitar problemas.

Afinal, compreenda que é possível que ocorra alguma injustiça ou mesmo discriminação. Com isso, entenda que isso pode ocorrer por causa dos algoritmos inseridos nesta tecnologia. Por isso, saiba que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos precisa ser muito bem analisada.

Segurança de Dados

Não há dúvidas de que utilizando a Inteligência Artificial haverá uma maior segurança dos dados. Dessa forma, compreenda que os padrões estabelecidos por ela conseguem identificar problemas com antecedência.

Nisso, entenda que é possível usar um bloqueio nas tentativas da aplicação de invasões ou mesmo das atividades maliciosas. Ou seja, compreenda que com a IA a empresa terá uma “parede” que impede o uso dos dados por pessoas não autorizadas.

Estudos de Caso e Aplicações Práticas

São muitos os estudos de casos e aplicações práticas frente ao uso da Inteligência Artificial. De tal modo que as mais diversas áreas podem ser beneficiados com a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos.

IA na Gestão de Ativos Imobiliários

Na Gestão de Ativos Imobiliários os benefícios são amplos e garantem melhores resultados. Afinal, compreenda que permitem com que o investidor e os gestores possam:

  • Identificar os leads mais qualificados;
  • Otimizar as pesquisas dos imóveis;
  • Melhorias nos processos;
  • Ajuda aos corretos, consultores, investidores, entre outros.

IA em Fundos de Investimento

Da mesma forma que na gestão de ativos imobiliários, os Fundos de Investimentos também são beneficiados. Visto que faz com que os investidores identifiquem os fundos mais rentáveis e lucrativos.

Já que as ferramentas de IA utilizadas são modernas e conseguem estabelecer listas mais competentes. E as vantagens obtidas podem:

  • Lidar com dados de Big Data;
  • A IA serve como uma espécie de fonte de informações;
  • Traz insights e uma avaliação nos riscos (investimentos);
  • Facilitam a tarefa de pesquisa dos analistas e dos investidores;
  • Entre outras.

Ferramentas e Plataformas de IA para Gestão de Ativos

A Inteligência Artificial na Gestão de Ativos conta com diversas ferramentas específicas que otimizam os processos. De tal forma que é importante avaliar as melhores para escolher aquela que mais se adapta a realidade de sua empresa.

Softwares Líderes de Mercado

São vários os softwares disponíveis e aqui vamos listar alguns deles que são os mais conhecidos:

  • Deepgram: serve para transcrever as ligações telefônicas e os áudios do vídeos;
  • Dialpad: é utilizado para gerar relatórios (críticos) das conversas que foram gravadas;
  • Arago/HIRO: é usado para otimização das operações em TI nos negócios;
  • Netreveal.ai: ferramenta altamente inteligente para aplicações nas empresas e que gera proteção na área financeira;
  • Dataminr: um app que serve para descobrir as tendências e novos dados;
  • Lore.ai: é aplicado no planejamento dos argumentos nas organizações. Fazendo coletas, pesquisas e extração das informações dos contratos. A fim de manter a empresa conforme as leis vigentes;
  • LegalRobot: serve para automatização de processos de revisão em documentos (legais) a fim de gerar compreensão dos dados;
  • Sundown.ai: É ideal para gerar automatização nas tarefas que são mais repetitivas. Além de construir diversos tipos de apps em plataformas que são amplamente conhecidas como o Google Nuvem e o D365;
  • Ubix: é um software que gera relatórios para os dados mais complexos. Enquanto que traz praticidade para as empresas e organizações facilitando o funil de vendas, modelagem comportamental dos usuários em 360 graus e trazendo planejamento e previsão;
  • Runrun.it: serve para trazer uma melhor organização dos fluxos de trabalho. E conta com algoritmos importantes e poderosos gerando estimativas realistas e mostrando possíveis atrasos nos projetos.

Enquanto que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos tem ainda as interfaces e os chatbots:

Já para o relacionamento com os consumidores temos:

Aliás, na parte da segurança digital os principais são:

Por fim, saiba que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos em ciência de dados inclui:

Você pode conferir mais detalhes a respeito destas ferramentas através deste link específico.

Como Escolher a Ferramenta Certa

Para escolher a ferramenta de Inteligência Artificial correta é preciso que haja uma correta avaliação. Desse modo, compreenda que é preciso analisar as necessidades da empresa e o que a mesma tem a oferecer à esta organização.

O Futuro da IA na Gestão de Ativos

A Inteligência Artificial na gestão de ativos pode trazer muitas contribuições. E futuramente a tendência é de que haja um crescimento cada vez maior da tecnologia nas empresas.

Tendências Emergentes

Entre as tendências emergentes temos diversos pontos essenciais que vão ser listados abaixo:

  • IA (explicável): ou uma melhor compreensão das decisões (tomadas) e de outros aspectos;
  • Aprendizado (reforçado): onde os algoritmos acabam aprendendo através das ações e experiências deles;
  • IA no setor de Varejo Financeiro;
  • Combinações entre IA e os Humanos (Especialistas).

IA e Sustentabilidade

O uso da IA para a sustentabilidade nas empresas é outro ponto que pode contribuir bastante. De tal forma que a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos contribui para melhores práticas.

Onde as organizações podem enfrentar os mais diversos tipos de problemas:

  • Socioambientais;
  • Impactos ambientais;
  • Uso dos recursos naturais;
  • Evitar a poluição;
  • Entre muitos outros.

Conclusão

São vários os impactos positivos da IA na eficiência operacional. Dessa forma, compreenda que ele otimiza os processos e automatiza as tarefas repetitivas. Enquanto que analisa com mais competência os riscos e a conformidade dos dados.

Além disso, saiba que para o ROI são várias as vantagens, gerando lucros devido a alta demanda na produção. E mesmo com os desafios éticos do uso da IA, ela quando bem trabalhada consegue ótimos resultados.

Decerto, compreenda que para lidar com a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos é preciso compreendê-la muito bem. Nisso, entenda que é fundamental contar com o Grupo CPCON para ajudar lhe nesta tarefa.

FAQ: Perguntas Frequentes

Como a inteligência artificial pode ser aplicada na rotina das empresas?

Para isso é preciso seguir alguns passos fundamentais. Dessa forma, temos a familiarização com a IA, identificação das áreas beneficiadas (negócios), definir metas, construir equipes especialistas, escolher as tecnologias e começar projetos pilotos.

Quais são os benefícios da inteligência artificial na gestão pública?

Aqui temos aspectos positivos que ajudam nos processo, tais como uma maior capacidade na rapidez dos processos. Análises consistentes e com ações capazes de aprimorar todo o atendimento para a população.

Quais são os principais usos da inteligência artificial nos negócios?

Com a Inteligência Artificial na Gestão de Ativos você tem vários benefícios aos negócios. Dessa forma, saiba que temos a potencialização dos resultados, produtividade ampla e maior economia no tempo.

O que é inteligência artificial aplicada aos negócios?

É um sistema que possibilita com que haja um melhor aproveitamento dos dados. De tal forma que eles são armazenados e processados, facilitando todo o processo da obtenção dos insights e com análises bem mais precisas.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Você quer um inventario mais eficiente?
Beneficie-se com o rastreio em tempo real, redução significativa de perdas e um aumento notável na velocidade dos processos de gestão de ativos e estoques.
Sobre o Grupo CPCON
No Grupo CPCON, você encontra soluções especializadas em gestão de ativos e estoques, com ênfase na tecnologia RFID, para otimizar e agilizar seus processos. Oferecemos serviços como inventário de ativos, gestão de ativos de TI, consultoria imobiliária, reconciliação fiscal-física e automação com RFID. Além disso, temos gestão de estoque, serviços de avaliação, soluções ágeis, software e consultorias variadas. Nossa vasta experiência, incluindo trabalhos com clientes renomados como Caixa Econômica, Vale e Petrobras, reforça nosso compromisso com ética e proteção de dados.
Guias
Soluções
Cansado de erros e imprecisões na Gestão de Seus Ativos e Estoques?
Experimente a precisão e eficiência da tecnologia RFID do Grupo CPCON. Com rastreamento em tempo real e uma drástica redução nas perdas, acelere os processos de inventário e gestão em sua empresa. Transforme sua gestão de ativos hoje mesmo!
Em destaque

Conteúdos Relacionados a

Gestão inteligente de estoque

A gestão de estoque engloba uma administração voltada para estocagem, manutenção e contabilidade dos produtos comercializados ou das matérias-primas de uma empresa. O método inclui toda a parte operacional relacionada

Continuar lendo »
Novidades

Conteúdo Recentes

Rolar para cima