Os Diversos Tipos de Bens na Gestão Patrimonial

A Contabilidade na Gestão Empresarial Moderna
No contexto da gestão patrimonial, existem diversos tipos distintos de classificação para diferentes tipos de bens. Entenda melhor esta classificação e como a mesma pode auxiliar na administração da sua empresa.

Bens Patrimoniais Móveis e a Gestão Patrimonial

Bens patrimoniais móveis consistem em todo tipo de patrimônio físico controlável e que devido as suas características físicas de duração e valor, devem ser incorporados, mesmo que momentaneamente ao patrimônio da instituição. Dentro de um contexto mais específico dentro da gestão patrimonial os bens patrimoniais podem ainda ser subdivididos em duas categorias: Bens permanentes e bens de consumo.

Bens Permanentes

Bens permanentes consistem nos bens patrimoniais móveis, que embora ainda tenham uma depreciação rápida, tem uma durabilidade e vida útil maior. Na gestão patrimonial para um bem poder ser considerado permanente, primariamente o mesmo não pode ser peça de reposição de nenhuma espécie e em segundo lugar, deve obrigatoriamente tem uma vida útil contábil ( avaliada pelo laudo de vida útil ) superior a 2 anos ( Art. 15 § 2º da Lei nº 4320/64 ).

Segundo os conceitos da gestão patrimonial são oficialmente considerados como bens permanentes artefatos do tipo: Móveis de escritório, Livros, Máquinas de manufatura, Documentos em geral, Computadores e periféricos de informática, veículos, etc.

Bens de Consumo

Bens de consumo ao contrário dos bens permanentes, são os bens patrimoniais móveis com vida útil fugaz, em outras palavras, são os bens que ou são consumidos prontamente assim que são adquiridos ou então são consumidos em um tempo inferior a 2 anos. Na gestão patrimonial são considerados como sendo bens de consumo, materiais tais como: material de escritório, peças de reposição para máquinas e equipamentos de informática, produtos de limpeza, gêneros alimentícios e todo e qualquer bem de vida útil efêmera.

Responsabilidades da Gestão Patrimonial Relativas aos Bens Patrimoniais Móveis

Levando em conta a proposta e o contexto do controle do patrimônio, os bens patrimoniais podem ser melhor geridos e organizados levando em conta as seguintes rotinas de gestão patrimonial:

  • Identificação Material Precisa: Através de procedimentos padrão da gestão patrimonial tais como identificação através de plaquetas metálicas de códigos de barras ( procedimento mais comum empregado nos dias de hoje ) há um grande ganho em eficiência e precisão no cadastramento, identificação física do tombamento.
  • Adequação Contábil Precisa: Todo e qualquer órgão pertinente deve estar sempre ciente de qualquer alteração no acervo patrimonial da instituição, esta comunicação deve ser direta e contínua.
  • Gestão Correta de Termos de Responsabilidade: Todo e qualquer termo de responsabilidade relacionado a qualquer tipo de bem patrimonial deve sempre ser encaminhado as unidades gestoras responsáveis, sempre que necessário este procedimento.
  • Instituir Rotinas Periódicas de Verificação de Depreciação: A depreciação e estado atual da vida útil contábil de todo e qualquer bem patrimonial devem sempre ser calculadas periodicamente para evitar distorções contábeis e também para manter um controle da gestão patrimonial mais preciso e realista do quadro da empresa.
  • Registro de Transferências Físicas: Toda e qualquer transferência física relacionada aos bens patrimoniais móveis da empresa deve ser devidamente registrada, segundo os procedimentos da gestão patrimonial, para que a identificação posterior dos bens fique coesa.
  • Coordenação e Supervisionamento da Entrada de Bens: A entrada de todo e qualquer novo bem patrimonial móvel no acervo da empresa deve ser prontamente comunicada a gerência da gestão patrimonial para que o dado bem seja registrado.
0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Você quer um inventario mais eficiente?
Beneficie-se com o rastreio em tempo real, redução significativa de perdas e um aumento notável na velocidade dos processos de gestão de ativos e estoques.
Sobre o Grupo CPCON
No Grupo CPCON, você encontra soluções especializadas em gestão de ativos e estoques, com ênfase na tecnologia RFID, para otimizar e agilizar seus processos. Oferecemos serviços como inventário de ativos, gestão de ativos de TI, consultoria imobiliária, reconciliação fiscal-física e automação com RFID. Além disso, temos gestão de estoque, serviços de avaliação, soluções ágeis, software e consultorias variadas. Nossa vasta experiência, incluindo trabalhos com clientes renomados como Caixa Econômica, Vale e Petrobras, reforça nosso compromisso com ética e proteção de dados.
Guias
Soluções
Cansado de erros e imprecisões na Gestão de Seus Ativos e Estoques?
Experimente a precisão e eficiência da tecnologia RFID do Grupo CPCON. Com rastreamento em tempo real e uma drástica redução nas perdas, acelere os processos de inventário e gestão em sua empresa. Transforme sua gestão de ativos hoje mesmo!
Em destaque

Conteúdos Relacionados a ,

Comitê de Pronunciamento Contábeis

CPC 02 R2 e os Efeitos das Demonstrações Contábeis

O CPC 02 tem por objetivo determinar como incluir transações em moeda estrangeira e operações no exterior nas demonstrações contábeis de uma entidade no Brasil e mostrar como converter as demonstrações contábeis de entidade no exterior para a moeda de apresentação das demonstrações contábeis no Brasil para fins de registro da equivalência patrimonial.

Continuar lendo »
Comitê de Pronunciamento Contábeis

CPC 14 e os Instrumentos Financeiros

O Pronunciamento Técnico CPC 14 tem por objetivo estabelecer princípios para o reconhecimento e a mensuração de ativos e passivos financeiros e de alguns contratos de compra e venda de itens não financeiros e para a divulgação de instrumentos financeiros derivativos.

Continuar lendo »
Novidades

Conteúdo Recentes

Rolar para cima