Laudo de Avaliação e Laudo de Vida Útil

Entenda a importância e necessidade de efetuar laudo de vida útil em seus bens, as características que tais laudos de avaliação apresentam além de sua finalidade.

Desenvolvido por profissionais habilitados da área, de acordo com as Normas Técnicas específicas para Engenharia de Avaliações, sendo esta a prova material do Valor de um bem ou direito, é chamado de laudo de vida útil, conhecido também por laudo de avaliação.

Este processo é fundamental em uma Gestão Patrimonial eficiente, pois define o status dos ativos em questão.

Laudo de Avaliação, Teste de Recuperabilidade, Teste de Impairment

Com o pronunciamento CPC 01 e a mudança na lei 11.638/07, nos aspectos de redução ao valor recuperável de ativos que é de primordial importancia no Controle do Patrimônio efetivo, e as necessidades de efetuar laudos de avaliação de status dos ativos, e de maneira mais objetivo o teste de impairment na verificação de depreciação recuperável.

Aspectos Gerais do Laudo de Vida Útil

Temos como características do laudo de vida útil alguns itens pertinentes a sua determinação, sendo os bens tangíveis com os atributos abaixo, tendo em mente que os ativos intangíveis obedecem procedimentos diferentes .

Certificação: conclusão final do projeto, com as devidas assinaturas dos responsáveis técnicos certificando o valor determinado.

Descrição: este atributo varia de acordo ao tipo de avaliação, de maneira geral, avalia de modo descritivo as características mais relevantes dos objetos de avaliação. Estas podendo ser complementadas por documentação com fotografias, memorial descritivo, usos permitidos e afins.

Critérios e Metodologias: á partir das normas técnicas, especificar os critérios e metodologias a serem empregadas no desenvolvimento da avaliação. Etapa primordial na definição de escopo a ser atingindo.

Tratamento Estatístico da Pesquisa: metodologia aplicada com fatores de homogeneização e tratamento estatístico com elementos comparativos aos do avaliando.

Avaliação: processo de estruturação de toda informação adquirida sobre o elemento, comparando informações de pesquisa, com informações de campo e tratando os dados obtidos para adequação as características do bem avaliado.

Tombamento Físico: vistoria nos ativos de avaliação para constatação de seu estado e existência. Esta etapa do projeto verifica a real existência do ativo, assim como o seu desgaste no sentido de idade aparente e conservação.

Pesquisa de Mercado: pesquisa relativa a amostragem comparativa descritiva com os principais aspectos relevantes do elemento, sempre indicando a origem consultada.

Finalidade: atributo referente aos critérios e metodologias a serem utilizados, sendo esta uma das condições fundamentais para início do processo de engenharia de avaliações.

Validade do Laudo de Vida Útil

De forma análoga, um determinado laudo de vida útil não possui validade aparente. Porém, sua relevância se dá ao período no qual foi efetuado, e sua vida útil tem validade para o momento em que sua necessidade ou o motivo no qual foi necessário se encerre.

0 0 votes
Avaliação do artigo
0 0 votes
Avaliação do artigo
Inscreva-se
Notifique-me
guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentarios
O impacto da falta de gestão de ativos no seu empreendimento
A gestão de ativos está diretamente ligada à governança corporativa e busca identificar, mensurar e controlar o ciclo de vida desses ativos nas organizações.
Informações Relevantes
Não perca o controle do seu inventario gerencie seus ativos de forma profissional com nossas ferramentas
Guia de Navegação
Mantenha-se atualizado
Torne-se PRIME

Se inscreva gratuitamente para ler nossos artigos, dicas e conteúdos exclusivos com prioridade.

Em destaque
Conteúdo Relacionados
CAIXA

Case de Sucesso Histórico da empresa No dia 12 de janeiro de 1861, Dom Pedro II assinou o Decreto nº 2.723, que fundou a Caixa

Continuar lendo »