Qual a diferença entre NFC e RFID?

Qual a diferença entre NFC e RFID? Em uma feira de tecnologia, dois estandes adjacentes promovem as tecnologias. O estande à esquerda é dedicado ao NFC com banners e demonstrações
Saber qual a diferença entre NFC e RFID é algo fundamental ao decidir por uma delas. Para que o projeto seja pleno e efetivo.

A diferença entre NFC e RFID reside principalmente em seu alcance, velocidade de transmissão e aplicação prática. Enquanto o NFC é geralmente usado para transferências de curta distância e requer uma proximidade mais próxima entre os dispositivos, o RFID pode funcionar a distâncias maiores e é frequentemente usado em aplicações como rastreamento de inventário.

Ambas as tecnologias têm suas próprias vantagens e desvantagens, tornando-as mais adequadas para diferentes tipos de tarefas.

Então, se você está buscando entender qual dessas tecnologias é a melhor escolha para o seu projeto ou necessidade específica, continue a leitura. Vamos explorar cada aspecto dessas duas inovações em comunicação sem fio para ajudá-lo a tomar uma decisão bem fundamentada.

CritérioNFCRFID
AlcanceAté 20 cmAté 100 metros
Velocidade de TransmissãoAté 424 kbit/sVaria de 120 kbit/s a várias Mbit/s
Frequência13.56 MHzVaria (125 kHz, 13.56 MHz, 860-960 MHz)
Aplicações ComunsPagamentos móveis, compartilhamento de dados, automação residencialRastreamento de inventário, controle de acesso, logística
CustoGeralmente mais caroGeralmente mais barato
ComplexidadeMais simples, fácil de usarMais complexo, requer configuração
SegurançaAltos níveis de segurançaVaria, pode requerer medidas adicionais
Tabela Comparativa: NFC vs RFID

Pontos Chave

  • NFC: É um tipo de tecnologia onde são permitidas as atividades de troca de informações entre 2 dispositivos. Onde temos a comunicação feita por aproximação, possibilitando os pagamentos usando este método;
  • RFID: Uma tecnologia que usa etiquetas inteligentes e um leitor para realizar a identificação usando as ondas de rádio frequência. De tal modo que os dados ficam armazenados em chips inclusos que são captados pelo leitor para serem direcionado ao sistema;
  • Diferenças entre o NFC e o RFID: O NFC é bidirecional, aceita até 10 centímetros para a leitura e só permite um item por vez. Enquanto que o RFID pode fazer leituras a distância, aceita lotes de produtos de uma só vez e tem uma frequência diferença do NFC.

O que é NFC?

é possivel ler rfid no celular

O sistema NFC é uma sigla que simboliza “Near-Field communication”. Ou seja, entenda que traduzido temos “Comunicação de campo aproximado”. Dessa forma, compreenda que nesta tecnologia temos uma das versões do RFID que receberam atualizações.

Ao passo que em meio aos aprimoramentos está um alcance que comporta uma distância de 5 até 10 centímetros. Enquanto que a configuração é tanto para as comunicações unilaterais ou mesmo as bidirecionais.

Por isso, entender qual a diferença entre NFC e RFID fará enorme diferença nos resultados. Visto que no NFC tem uma frequência que é distinta em relação ao RFID.

Por certo, saiba que numa transferência de informações usando o NFC unilateral é necessário entender o processo. Uma vez que basta apenas utilizar o Smartphone do usuário para fazer a leitura das etiquetas.

Onde as mesmas podem ser aplicadas nos mais diversos produtos e itens. Que incluem inclusive os industriais, pôsteres e muitos outros. De tal forma que se torna possível certificar a autenticidade presente no produto/mercadoria.

Já as etiquetas voltadas para o NFC são muito parecidas exatamente com as da tecnologia RFID. Nisso, compreender qual a diferença entre NFC e RFID é essencial na hora da escolha do método.

Entretanto, saiba que a diferença entre tais etiquetas é que a frequência não é a mesma em ambos. O que faz com que seja necessário ter um leitor correto para cada uma das tecnologias.

Vale destacar que no NFC temos a permissão para realizar a transmissão dos dados com segurança. De tal modo que é possível usar o método inclusive nas operações bancárias e para pagamentos por aproximação.

O que é RFID?

No caso do RFID temos um sistema de identificação por rádio frequência. Dessa forma, compreenda que os dados são realmente capturados através das ondas que tem esta frequência.

Com isso, entender qual a diferença entre NFC e RFID será de grande utilidade. Pois, compreenda que geralmente temos as etiquetas que contam com os dados armazenados em um chip interno.

Que estão dentro da etiqueta inteligente RFID, permitindo rastrear, monitorar e controlar produtos, animais e pessoas. Já que a captura das informações é feita de modo automático.

A fim de realizar a identificação dos objetos que incluem os dispositivos (eletrônicos). E você consegue fazer o rastreio dos objetos mesmo a distância, sendo um contraste em relação ao código de barras.

Uma vez que o leitor não precisará estar próximo para que os dados possam ser captados. Entre as vantagens do RFID podemos destacar o fato dele ser mais durável, seguro, de rápida comunicação e muitos outros pontos.

Sem dúvida, compreenda que atualmente o processo é um dos mais utilizados. Pois, entenda que nas lojas e nos controles de estoque temos como evitar furtos, fraudes e possíveis erros/falhas manuais.

Assim, compreender corretamente qual a diferença entre NFC e RFID é fundamental. Já que escolher a tecnologia errada para seus negócios poderá trazer prejuízos ao invés de vantagens.

Quais é a composição das etiquetas RFID?

Qual a diferença entre NFC e RFID?

Na composição do RFID temos a etiqueta inteligente, a antena e o leitor na frequência adequada. No caso, saiba que tais etiquetas (tags) podem ser de dois tipos distintos:

  • Ativas: são componentes que contam com bateria, chip com informações e também um transmissor. Como resultado disso, entenda que o alcance dele é superior ao das etiquetas passivas. Contudo, saiba que o custo é um pouco mais elevado;
  • Passivas: nestas etiquetas não haverá bateria e o circuito é que guarda os dados necessários. De tal forma que o sinal do leitor obtém as informações para que haja a transmissão até o sistema de computador. Porém, entenda que o alcance acaba sendo um pouco menor.

Decerto, estar ciente de qual a diferença entre NFC e RFID é extremamente útil para um projeto mais efetivo. Dessa maneira, compreenda que o processo basicamente ocorre do seguinte modo:

  • O leitor utiliza as ondas (eletromagnéticas) a fim de realizar a comunicação para com a antena;
  • Em seguida, compreenda que é feita então a conversão do sinal (recebido) para o formato utilizável;
  • Desse modo, entenda que os dados obtidos (chip) desta etiqueta inteligente são captados em milissegundos;
  • Logo após a leitura ocorre a transmissão das informações para um sistema (comunicação) que tem ótima interface;
  • Como consequência será possível usar os dados de modo prático e completo.

Vale ressaltar que nesta atividades de leitura existem diversas frequências que devem ser analisadas. E para que a tecnologia funcione é preciso observar isso para que se tenha os resultados almejados.

Qual a diferença entre o NFC e o RFID?

Logo após todas as informações citadas no texto vamos entender qual a diferença entre NFC e RFID. Visto que cada uma das tecnologias embora sejam parecidas apresentam pontos distintos.

Onde cada um dos métodos tem uma indicação bastante específica de funcionamento. Ao passo que servem para demandas diferentes e requer um bom planejamento antes da implementação.

Em comparação temos que o RFID tem seu funcionamento feito pelas ondas eletromagnéticas. Que são emitidas justamente pelo leitor, onde a etiqueta é então energizada. Fazendo com que seja possível realizar a recuperação dos dados que estão inseridos no componente.

Enquanto que o NFC é um pouco mais complicado, pois envolve uma maior complexidade. Uma vez que não se limita apenas a fazer leituras de etiquetas, pois ele tem também funções para ler e gravar.

Por certo, saber qual a diferença entre NFC e RFID é preciso para não errar na aquisição da tecnologia. Já que o NFC conta com outros dois métodos essenciais que incluem comunicações dinâmicas e bidirecionais.

Nesse sentido, compreenda que temos a emulação dos cartões e também o P2P. Sendo que são utilizados os Smartphones para tais funções possam ser realizadas.

Visto que fará a leitura do NFC nos outros tipos de dispositivos que são compatíveis com esta tecnologia. E com apenas um toque você consegue fazer diversas atividades, tais como:

  • Efetuar compras;
  • Realizar o resgate dos cupons (eletrônicos);
  • Acúmulo dos pontos (fidelidade);
  • Entre outros.

Desse modo, compreenda que resumidamente o celular irá substituir os mais diversos tipos de cartões. Nisso, entender de modo efetivo qual a diferença entre NFC e RFID será muito importante.

Resumo das diferenças entre o NFC e o RFID

Você viu no tópico anterior alguns pontos de distinção entre as duas tecnologias. Entretanto, compreenda que é interessante conhecer os 3 principais pontos que são:

  • No NFC temos uma comunicação que é bidirecional. Operando em uma faixa com 3 modos. Além disso, compreenda que temos a leitura, gravações, P2P (ponto a ponto) e a emulação dos cartões;
  • No NFC há uma restrição na comunicação para a proximidade que é de no máximo com 10 centímetros. Enquanto que o RFID pode ser utilizado mesmo a uma distância ampla. Ou seja, você tem no NFC a comunicação feita por aproximação e no RFID o método é ao contrário;
  • As tags do NFC só podem ser lidar uma de cada vez, já o RFID permite leituras em lotes.

Sem dúvida, entender qual a diferença entre NFC e RFID ajuda bastante ao decidir incluir um dos métodos. Ao passo que é preciso saber definir qual dos projetos realmente irá trazer bons frutos para sua empresa.

Vale destacar que o ponto que você deve saber é a grande diferença destas tecnologias. É justamente o fato de que o NFC é um método bidirecional que permite uma comunicação para dados em grande quantidade. Só que para isso é preciso estar em proximidade com o leitor conforme já citado.

Conclusão

De acordo com o artigo foi possível entender quais são os pontos que diferem o NFC do RFID. Embora ambos sejam muito parecidos existem certas características que destacam cada um dos modelos.

E para implementar o processo é preciso um bom planejamento para que os resultados saiam conforme o esperado. Enquanto que saber qual a diferença entre NFC e RFID é fundamental para alcançar as metas propostas.

Já que o NFC precisa de uma leitura aproximada de até 10 metros. Sendo que o RFID é mais amplo em matéria de distância e consegue captar dados numa distância mais ampla.

Perguntas Frequentes

O que é NFC e RFID?

O RFID consiste numa tecnologia que consegue identificar os produtos e itens de modo único usando a rádio frequência. Já o NFC engloba um subconjunto que é bastante especializado incluso dentro do RFID. Aliás, saiba que o NFC tem uma frequência mais elevada.

É possível ler RFID no celular?

Sim. Você pode fazer a leitura de RFID através de uma etiqueta de acionamento que é colada no aparelho. Desse modo, compreenda que só será preciso fazer a aproximação e o processo irá funcionar.

Quais as principais diferenças entre o NFC e o RFID?

Descobrir qual a diferença entre NFC e RFID é algo fundamental. Dessa forma, entenda que temos a comunicação bidirecional no NFC que tem indicação para grandes quantidades de informações. E o NFC requer aproximação para funcionar, já o RFID funciona mesmo a ampla distância.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Você quer um inventario mais eficiente?
Beneficie-se com o rastreio em tempo real, redução significativa de perdas e um aumento notável na velocidade dos processos de gestão de ativos e estoques.
Sobre o Grupo CPCON
No Grupo CPCON, você encontra soluções especializadas em gestão de ativos e estoques, com ênfase na tecnologia RFID, para otimizar e agilizar seus processos. Oferecemos serviços como inventário de ativos, gestão de ativos de TI, consultoria imobiliária, reconciliação fiscal-física e automação com RFID. Além disso, temos gestão de estoque, serviços de avaliação, soluções ágeis, software e consultorias variadas. Nossa vasta experiência, incluindo trabalhos com clientes renomados como Caixa Econômica, Vale e Petrobras, reforça nosso compromisso com ética e proteção de dados.
Guias
Soluções
Cansado de erros e imprecisões na Gestão de Seus Ativos e Estoques?
Experimente a precisão e eficiência da tecnologia RFID do Grupo CPCON. Com rastreamento em tempo real e uma drástica redução nas perdas, acelere os processos de inventário e gestão em sua empresa. Transforme sua gestão de ativos hoje mesmo!
Em destaque

Conteúdos Relacionados a

Comitê de Pronunciamento Contábeis

Redução ao Valor Recuperável de Ativos – Mudança Lei 11.638/07

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis reitera o pronunciamento técnico CPC 01 sobre a Redução ao Valor Recuperável de Ativos. Conforme Art. 3º, Considera-se de grande porte, para fins exclusivos desta lei, a sociedade ou conjunto de sociedades sob controle comum que tiver, no exercício social anterior, ativo total superior a R$ 240.000.000,00 ou receita bruta anual superior a R$ 300.000.000,00”

Continuar lendo »
Novidades

Conteúdo Recentes

Rolar para cima