Gestão Patrimonial e Vida Útil Econômica: Conceitos Gerais

 

Vida Útil Econômica e as Normas Brasileiras de Contabilidade, definições básicas:

Disposições gerais de alguns critérios utilizados em algumas normas brasileiras de contabilidade, como exemplo, a NBC T 16.9 – Depreciação, Amortização e Exaustão. Tais aspectos são bastante relevantes na gerência e Controle do Patrimônio.

Amortização

Entende-se por amortização, sendo a redução do valor aplicado a determinado bem, este sendo de propriedade e quaisquer semelhantes, inclusive ativos intangíveis, com existência ou exercício de duração limitada. Se aplica também aos bens que são contratualmente limitados, ou de prazo legal.

Depreciação

Entende-se por depreciação, a redução de valor de bens tangíveis, isto ocorrendo por perda de utilidade de uso ou desgaste, obsolescência, ação da natureza.

Exaustão

Entende-se por exaustão, a redução do valor, este sendo por exploração, de recursos minerais, florestais e outros recursos naturais esgotáveis.

Valor Bruto Contábil

Este é o valor do bem registrado que consta no registro da contabilidade, em uma determinada data, este valor não consta sua depreciação, amortização ou exaustão acumulada.

Valor depreciável, amortizável e exaurível

Sendo este o valor original do bem ao ser adquirido, deduzido de seu valor residual.

Valor líquido contábil

Este é o valor de um determinado bem registrado na contabilidade, em determinada data, já deduzido da depreciação, amortização ou exaustão acumulada.

Valor residual

Este é definido como o montante líquido esperando por determinada entidade, com uma margem de segurança razoável, ao fim da vida útil econômica da mesma, já com dedução dos gastos esperados par alienação.

Vida útil econômica

É o período de tempo relativo a um determinado ativo, no qual se espera obter fluxos de benefícios futuros relativos ao mesmo.

Vida Útil Econômica e Redução ao Valor Recuperável de Ativos

Com o pronunciamento técnico CPC 01 e a mudança na lei 11638/07, entrou em vigor a redução ao valor recuperável de ativos através de verificação através do teste de impairment, ou teste de recuperabilidade. Tais efeitos são de total relevância na Gestão Patrimonial atual.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Inscreva-se
Notifique-me
guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentarios
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
O impacto da falta de gestão de ativos no seu empreendimento
A gestão de ativos está diretamente ligada à governança corporativa e busca identificar, mensurar e controlar o ciclo de vida desses ativos nas organizações.
Informações Relevantes
Guia de Navegação
Mantenha-se atualizado
Torne-se PRIME

Se inscreva gratuitamente para ler nossos artigos, dicas e conteúdos exclusivos com prioridade.

Em destaque
Posts Relacionados