Planejamento do controle de estoque: Da entrada a saída

Planejamento do controle de estoque - Da entrada a saída

Você sabia que um bom planejamento do controle de estoque tem grande importância nas empresas e garante ótimos resultados? Assim sendo, compreenda que ele engloba desde a entrada até a saída dos itens.

Fazendo com que as quantidades de produtos estejam sempre corretas para atender aos clientes. Então é sobre esse tema que vamos tratar neste artigo completo a respeito do assunto.

Pontos Chave

  • Função principal do planejamento do controle de estoque: Processo que serve de base para que haja uma gestão mais eficiente dos produtos no setor;
  • Benefícios: Diminuição dos custos, lucratividade, atendimento aos cliente, margens lucrativas, gestão otimizada, tomadas de decisões mais adequadas, operações competentes, segurança e competitividade;
  • Recursos disponíveis: ferramentas de planejamento, métodos, técnicas, indicadores (desempenho) e aprimoramentos;
  • Variabilidade: demandas, preços, prazos das entregas e a qualidade dos produtos adquiridos através do fornecedor;
  • Adaptação: porte (empresa), natureza (produtos), comportamentos dos clientes, competitividade (mercado) e a tecnologia utilizada.

O que é planejamento do controle de estoque?

Planejamento do controle de estoque - Da entrada a saída

O conceito de planejamento do controle de estoque consiste numa atividade essencial para as empresas. De tal forma que é voltada principalmente para as organizações que lidam com produtos físicos.

Onde a abrangência do processo inclui desde a entrada dos produtos até que haja a saída deles. Com isso, entenda que o planejamento do controle de estoque consegue otimizar as tarefas.

Já que garante com que as mercadorias e os materiais estejam sempre disponíveis. A fim de ser possível atender aos consumidores no momento oportuno e com o mínimo de gastos.

Outro detalhe é que com um estoque de qualidade os negócios podem funcionar com mais efetividade. Ao passo que deve manter ainda os níveis de vendas necessários e precisa realizar uma entrega sem dificuldades.

Por isso, compreenda que o ideal é que seja feito um planejamento competente no ambiente de estoque. Uma vez que isso mostrará quando um determinado item precisará ser adquirido para reposição.

Além de evitar com que haja excessos de mercadorias, o que também acaba não sendo vantajoso. Sem dúvida, o planejamento do controle de estoque ajuda em diversos pontos, tais como:

  • Gestão do setor;
  • Logística;
  • Cadeia de suprimentos;
  • Rotatividade;
  • Níveis (mínimos e máximos) de itens em estoque;
  • Entre outros.

Por certo, saiba que esta atividade de analise prévia (plano) é extremamente útil na implementação do procedimento. Que ainda poderá ser feito com o uso de um software que atenda a todos os critérios necessários.

Como é feito um planejamento do controle de estoque?

A gestão de estoque requer certos passos para chegar aos resultados almejados. Desse modo, compreenda que tal planejamento do estoque se mostra essencial para manter a saúde financeira da empresa.

Bem como da própria imagem da mesma no mercado e para com os seus clientes. Enquanto que o planejamento do controle de estoque é uma atividade interessante para as lojas online.

Por garantir com que os consumidores tenham seus pedidos atendidos e que as entregas não atrasem. E para que tudo saia conforme o esperado é preciso que o processo seja feito da melhor maneira possível.

Veja algumas dicas para fazer o planejamento correto do estoque:

  • Conhecer os custos do setor: pedidos, ausências, manutenções, depreciações, entre outros;
  • Ter uma gestão adequada dos produtos/mercadorias em estoque;
  • Realizar uma análise para prever as vendas (tempo médio que será gasto);
  • Tenha bons relacionamentos para com os fornecedores.

Além disso, compreenda que para manter a eficiência da atividade é importante fazer:

  • Definição dos objetivos: níveis (serviços), rotatividade do setor, custos;
  • Analisar as informações: históricos (vendas), ter um inventário atualizado e usar o modelo de curva ABC;
  • Definir os níveis que serão aplicados no estoque: mínimos e máximos para cada um dos produtos;
  • Selecione corretamente seus fornecedores: que sejam de confiança e que contenham preços mais competitivos;
  • Software: implemente um sistema que possa fazer o controle de estoque de modo automatizado;
  • Monitoração e os ajustes: realizar as operações de forma periódica para melhores resultados.

Assim, entenda que o planejamento do controle de estoque tem papel relevante para as empresas. Zelando pela organização dos itens, porém ele deve ser feito de modo correto e de modo assertivo.

Quais são as etapas do planejamento de controle de estoque?

Você precisa saber também que existem algumas etapas a serem seguidas durante o planejamento. De tal forma que elas são divididas em três categorias, sendo a de entrada, o armazenamento e a saída.

Onde na entrada do estoque temos:

  • São definidos os níveis máximos/mínimos do estoque: isso é essencial para evitar rupturas no setor e para garantir com que não hajam mercadorias em excessos;
  • Negociações (prazos/condições): aqui são escolhidos os períodos de entrega e todas as regras para pagamentos;
  • Chegada dos produtos: é necessário realizar a inspeção dos novos itens. A fim de verificar as condições, conformidades e outros aspectos relevantes;
  • Registros: são colocados no sistema os dados a respeito da mercadoria ou dos materiais. Dessa forma, entenda que isso inclui as datas, quantidades, fornecedores e os custos;
  • Fornecedores: o planejamento do controle de estoque requer a escolha de ótimos abastecedores.

Enquanto que no armazenamento os níveis são:

  • Organização adequada (estoque): deve-se manter a eficiência para ajudar a localizar e ter acessos aos itens;
  • Condições: o ambiente precisará contar com as características necessárias, tais como, temperatura, iluminação, etc;
  • Rotatividade: processo importante e com o uso do método FIFO ficará mais fácil. Já que os produtos mais antigos vão ser vendidos primeiro;
  • Segurança: o ideal é que você aplique algumas medidas que possam garantir com que não hajam fraudes/perdas no setor.

Por sua vez, temos ainda a saída que engloba:

  • Gestão (pedidos): é preciso fazer essa atividade com precisão, para que as entregas ocorram no prazo certo;
  • Preparação: os pedidos devem ser separados de forma cuidadosa e com atenção a fim de evitar com que aconteçam erros/falhas;
  • Embalagem: sem dúvida é preciso que o produto seja bem embalado para posteriormente ser enviado ao cliente;
  • Registro: os itens são colocados dentro do sistema de modo completo.

Passo a passo para fazer um bom planejamento da gestão do estoque

Para você fazer um planejamento do controle de estoque efetivo é preciso seguir algumas etapas. Dessa maneira, compreenda que assim ficará mais simples de implementar a estratégia na empresa.

Conheça os passos ideais para este processo:

  • Definir todas as metas e os objetivos;
  • Fazer uma análise em detalhes das informações;
  • Determinar as estratégias a serem aplicadas;
  • Selecionar os fornecedores com muito rigor;
  • Implementar um sistema (software) para automatizar as tarefas;
  • Monitorar as atividades de modo constante;
  • Treinar a equipe e os colaboradores;
  • Usar tecnologias como RFID para melhores resultados.

Por certo, saiba que a escolha de um software é de grande importância. Uma vez que ele fará com que tarefas manuais passem a ser automáticas. Evitando erros e falhas que podem vir a atrapalhar a empresa.

No caso, entenda que antes da aquisição de um modelo as dicas são:

  • Defina as reais necessidades e o que a empresa espera com o uso do software;
  • Realize uma pesquisa efetiva para verificar os melhores sistemas atualmente;
  • Avalie de forma detalhada cada uma das opções;
  • Observe se o modelo escolhido apresenta segurança, escalabilidade e se é sempre atualizado;
  • Na implementação ajude os colaboradores a se capacitarem, realize a migração das informações e monitore/ajuste o que for preciso.

Quais são as vantagens de planejar o controle de estoque de sua empresa?

Planejamento do controle de estoque - Da entrada a saída

Existem muitas vantagens em contar com um planejamento do controle de estoque eficiente. De tal modo que os impactos do processo são visíveis em todos os setores da empresa.

Conheça os benefícios:

  • Diminuição dos custos/gastos;
  • Maiores chances de lucratividade;
  • Atendimento ao cliente otimizado;
  • Margens de lucros mais interessantes;
  • Gestão aprimorada e melhores tomadas de decisões;
  • Produtividade elevada e operações eficazes;
  • Administração competente e mais segura no estoque;
  • Competitividade (mercado);
  • Entre muitas outras vantagens.

Com um bom controle de entrada e de saída dos produtos/mercadorias os resultados são excelentes. Visto que sempre haverá as quantidades adequadas para atender as demandas dos clientes.

Enquanto que um software automatizado pode fazer várias tarefas sem interação humana. Nesse caso, compreenda que compras, pedidos, requisições e outros processos são realizados com mais agilidade pelo sistema de estoque.

Conclusão

Você viu no artigo que uma empresa só obtém sucesso quando é organizada e competente. Desse modo, entenda que com o planejamento do controle de estoque os ganhos serão visíveis.

Afinal, a empresa tem que zelar por um armazenamento de qualidade e que atenda aos critérios necessários. E somente com um plano adequado é que se torna possível estruturar corretamente o ambiente.

Portanto, você deve estar ciente de que o melhor a fazer e contar com uma gestão de estoque completa. Que poderá inclusive ter um software automatizado para garantir agilidade e precisão nos resultados.

FAQ: Perguntas Frequentes

O que é e para que serve o planejamento de controle de estoque?

O planejamento de controle de estoque serve para monitorar todas as operações realizadas no setor. De tal forma que mantém os produtos sempre nos níveis corretos (abastecimento), identifica demandas e outros detalhes importantes.

Como é feito um planejamento de estoque?

O processo envolve o mapeamento, contagem dos produtos, classificação, registros e identificação por códigos. Além disso, temos a organização do armazenamento, elaboração de uma gestão, contagens e definição da ferramenta para administração.

Quais são os 4 pilares do controle de estoque?

Os 4 pilares que compõem o controle de estoque são a previsão da demanda, tempo para reposição, ponto (pedido) e a contagem (inventário). Dessa forma, saiba que é necessário seguir estes pontos para melhores resultados.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Você quer um inventario mais eficiente?
Beneficie-se com o rastreio em tempo real, redução significativa de perdas e um aumento notável na velocidade dos processos de gestão de ativos e estoques.
Sobre o Grupo CPCON
No Grupo CPCON, você encontra soluções especializadas em gestão de ativos e estoques, com ênfase na tecnologia RFID, para otimizar e agilizar seus processos. Oferecemos serviços como inventário de ativos, gestão de ativos de TI, consultoria imobiliária, reconciliação fiscal-física e automação com RFID. Além disso, temos gestão de estoque, serviços de avaliação, soluções ágeis, software e consultorias variadas. Nossa vasta experiência, incluindo trabalhos com clientes renomados como Caixa Econômica, Vale e Petrobras, reforça nosso compromisso com ética e proteção de dados.
Guias
Soluções
Cansado de erros e imprecisões na Gestão de Seus Ativos e Estoques?
Experimente a precisão e eficiência da tecnologia RFID do Grupo CPCON. Com rastreamento em tempo real e uma drástica redução nas perdas, acelere os processos de inventário e gestão em sua empresa. Transforme sua gestão de ativos hoje mesmo!
Em destaque

Conteúdos Relacionados a

Armazém Bem Organizado: Esta imagem mostra um armazém espaçoso com corredores claramente marcados, prateleiras organizadas e áreas designadas para diferentes tipos de produtos. Inclui empilhadeiras e trabalhadores do armazém movimentando e organizando mercadorias de maneira eficiente, destacando o uso da tecnologia RFID.

Layout de Estoque

Você sabe o que é layout de estoque e qual é o objetivo dele ao ser implementado nas empresas? Pois, saiba que o conceito em questão consiste numa organização coerente

Continuar lendo »
Novidades

Conteúdo Recentes

Rolar para cima