ISO 55000 – Transformando a Gestão de Ativos

ISO 55000 na gestão de ativos
A ISO 55000 está relacionada a padronização da Gestão de Ativos nas empresas. Desse modo, conhecer a norma é essencial.

A ISO 55000 é fundamental para manter a Gestão de Ativos sempre em conformidade nas empresas. Dessa forma, saiba que a mesma contém todos os padrões e regras para as melhores práticas.

Assim, é importante você saber isso para que os processos possam ser realizados corretamente. Então é sobre este tema que o artigo irá tratar, trazendo diversas informações a respeito desta norma.

O que é a ISO 55000?

A certificação conhecida como ISO 55000 tem grande relevância nas empresas. Devido ao fato de que a mesma auxilia com grande competência a Gestão dos Ativos presentes em tal organização.

Ao passo que ela é uma norma (internacional) que visa fornecer uma determinada visão. Nesse sentido, compreenda que a ISO 55000 permite ampliar o foco presente na Gestão de Ativos.

Além de ser importante também para os sistemas que são correlatos e de subsidiar conteúdos. Já que a mesma agrega a ISO 55001 e a ISO 55002. Por certo, saiba que o objetivo principal dela é justamente trazer diversas práticas.

A fim de que elas possam ser aplicadas de forma competente nos negócios, culturas e organizações. Por certo, saiba que uma certificação é de grande importância e sua recomendação é de grande utilidade.

Visto que isso possibilita com que você auxilie no posicionamento de sua empresa no mercado. Uma vez que tais regras, diretrizes e bases são fundamentais para manter ótimos resultados.

A Importância da ISO 55000

Como a ISO 55000 Impacta a Gestão de Ativos

Você deve saber que a ISO 55000 trouxe diversos impactos e gerou diversas mudanças na Gestão de Ativos. Afinal, compreenda que ela define basicamente um tipo de padrão que é global.

De tal forma que faz com que a administração dos ativos seja muito mais efetiva e sustentável. Enquanto que consegue impactar as empresas reduzindo os custos inclusos nas manutenções, otimizando as operações e muitas outras vantagens.

Certamente, você deve saber que ela visa uma padronização que estrutura muito bem a gestão. Garantindo com que haja uma integração onde são estabelecidas relações entre todos os elementos.

Então, esteja ciente de que os impactos são muitos e conseguem trazer melhorias nas organizações. Na sequência temos alguns exemplos de benefícios que a norma produz ao ser implementada.

Benefícios da Implementação da ISO 55000

Em termos de benefício da ISO 55000 podemos destacar diversos pontos. Visto que a mesma engloba muitas vantagens que vão além apenas da Gestão de Ativos. Logo abaixo estão listadas as principais e quais impactos são gerados através delas:

  • Critérios bem definidos: ao adotar tal norma todo o processo de gestão é conhecido pela empresa no geral. De tal forma que os colaboradores podem entender seu papel e as responsabilidades;
  • Lucros: há uma maximização nos retornos sobre os investimentos. Ao passo que isso reduz também os custos;
  • Transparência: A ISO 55000 proporciona melhores tomadas de decisão. E isso ajuda na hora de mostrar necessidades (investimentos) e as qualidades dos ativos;
  • Sustentabilidade: com uma Gestão de Ativos eficiente se torna possível gerar otimização nas qualidades dos produtos. Enquanto que mostra que a empresa se preocupa com toda a responsabilidade (social).

Implementando a ISO 55000

Passo a Passo para Implementar a ISO 55000

Você precisa compreender que antes da implementação da norma é preciso seguir alguns passos. A fim de que os resultados possam ser os melhores possíveis e que tudo fique encaixado nos padrões estabelecidos.

Desse modo, entenda que a ISO 55000 é excelente para a Gestão de Ativos. Assim, compreenda que o processo envolve ao menos 7 tipos de elementos. Sendo que a implementação inclui todas as 3 normas presentes na família.

Ao passo que estes 7 fatores se dividem em:

  1. Contexto (organização): são as necessidade, objetivos e os planos (estratégicos);
  2. Liderança: responsabilidades (atribuições), compromissos, políticas na Gestão de Ativos;
  3. Planejamento: são feitas as avaliações dos riscos/oportunidades, cria-se objetivos, documentações (critérios) e integra-se isso nas atividades;
  4. Suporte: fornece os recursos e pessoal para o processo da gestão, conscientização e também comunicação;
  5. Operações: monitorar (riscos), implementar, fazer a gestão de mudanças;
  6. Avaliações (desempenho): define-se as métricas, desempenho da área financeira, são feitas auditorias;
  7. Melhorias: práticas de otimização e tratamentos.

Com isso, entenda que os passos para essa implementação da ISO 55000 incluem:

  • Estratégias e os planos (manutenção): incluem os históricos, controle (itens), equipamentos (críticos). Com planejamentos para manutenções preventivas e corretivas;
  • Qualificações em mão de obra;
  • Gestão dos materiais e a redução dos desperdícios;
  • Fornecedores qualificados;
  • Rotinas para a inspeção e para as auditorias;
  • Documentações padrões e a emissão dos relatórios.

Desafios Comuns na Implementação e Como Superá-los

Na ISO 55000 que rege a Gestão de Ativos temos diversos desafios e obstáculos. De tal modo que é fundamental conhecê-los para saber exatamente como lidar com essas dificuldades.

Dessa forma, compreenda que um dos principais é justamente a responsabilidade concedida ao gestor. Afinal, entenda que ele é preciso que haja uma governança de qualidade e efetiva na empresa.

A fim de evitar com que ocorra comprometimento na reputação das empresas ou mesmo dos colaboradores. Enquanto que não é interessante que tenha uma deterioração nos valores econômicos.

Ou mesmo alguns impactos diretos na sustentabilidade que tragam prejuízos. Aliás, saiba que a ISO 55000 requer também uma integração dos processos ao sistema que fiscaliza e controla.

Tendo ainda que ter tomadas de decisões muito bem embasadas e com justificativas plausíveis. Por certo, você deve saber que para uma Gestão de Ativos adequada é preciso ter um time bastante especializado.

E que saibam realmente lidar de modo profissional com tal sistema de administração. Ademais, entenda que é essencial contar com um inventário voltado aos bens desta organização.

Visto que é preciso ter conhecimento do que precisa ser gerenciado. E os registros acabam sendo indispensáveis nesse processo. Por isso, compreenda que é preciso pensar em ótimas estratégias para lidar com essas dificuldades e desafios.

ISO 55000 na Prática

Estudos de Caso de Sucesso na Implementação da ISO 55000

Em resumo, saiba que existe um exemplo de uso da norma ISO 55000. Dessa maneira, saiba que no turismo sustentável e no ecoturismo isso pode trazer diversas contribuições.

Uma vez que a certificação consegue trazer reduções nos impactos ambientais ou sociais. Ao passo que a própria indústria (turismo) consegue ter maior responsabilidade e traz benefícios as empresas com essa certificação.

Decerto, compreenda que o objetivo é aplicar a norma e a Gestão de Ativos em um sistema que gera energia. Onde estão vários painéis (fotovoltaicos) para serem implementados em um ponto conhecido como “Vale de Rans”.

Com isso, saiba que os objetivos propostos cobrem:

  • Um conhecimento maior a respeito das normas ISO para fazer a gestão de ativos;
  • Mostrar a importância desta gestão nos ativos (energéticos);
  • Aplicação e a implementação de tais normas ISO (setor de ativos energéticos);
  • Estudo e inserção do sistema que gera energia em formato de natureza (fotovoltaica).

Assim, entenda que esse é um exemplo e para quem quiser mais detalhes pode ler todo o projeto aqui. Sendo que ele segue todas as regras propostas na norma ISO 55000 e visa uma maior sustentabilidade.

Comparação da ISO 55000 com Outras Normas de Gestão de Ativos

Você viu anteriormente que a ISO 55000 é voltada para uma padronização na Gestão de Ativos. Desse modo, compreenda que a norma ISO 55001 é voltada para estabelecer alguns requisitos num sistema (gestão).

A fim de que isso seja utilizado justamente na administração dos ativos. Enquanto que traz um melhor enquadramento ao estabelecer políticas, processos e a governança no processo.

Além disso, entenda que a ISO 55001 visa através da sua estrutura gerar otimizações de modo contínuo. Tendo ainda a criação de um valor continuado em gestão (custo), risco e desempenho.

A ISO 55000 e a 55002 são complementos da norma 55001, trazendo visões, princípios e as terminologias. Bem como as próprias linhas voltadas para a orientação em sua aplicação. Como resultado, entenda que busca-se uma melhoria na Gestão de Ativos de modo completo.

Conclusão: a ISO 55000 é a Chave para uma Gestão de Ativos Eficaz

De acordo com o que vimos no artigo fica evidente a importância da norma. Pois, entenda que ela padroniza os processos e consegue trazer regras bem definidas na implementação.

Enquanto que a mesma é usada em conjunto com as outras normas. Nesse sentido, compreenda que temos a ISO 55001 e a ISO 55002. Onde o objetivo principal da ISO 55000 é gerar maior competência na Gestão de Ativos.

Sem dúvida, saiba que a norma em questão é a chave, já que consegue trazer vários benefícios. De tal forma que garante clareza nos critérios, lucros, sustentabilidade e maior transparência na empresa.

Perguntas Frequentes (FAQs)

Como a ISO 55000 se compara a outras normas internacionais?

A ISO 55000 conta com vários padrões e regras para garantir as melhores práticas. Assim, compreenda que ela visa uma padronização idêntica as normas presentes na contabilidade e em outros setores.

Quais são os primeiros passos para implementar a ISO 55000?

São 7 elementos, sendo o contexto (organização), a liderança, planejamento, suporte, operação, avaliação e as melhorias. Contando com diversas frente, tais como, a estratégia e o plano (manutenção), qualificações, gestão dos materiais, qualificação dos fornecedores, entre outros.

Como a ISO 55000 pode beneficiar pequenas e médias empresas?

Entre as vantagens observadas é possível verificar algumas que são consideradas principais. Desse modo, saiba que temos a padronização de práticas, tomadas de decisões assertivas, redução nos riscos e maior eficiência na área operacional.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Você quer um inventario mais eficiente?
Beneficie-se com o rastreio em tempo real, redução significativa de perdas e um aumento notável na velocidade dos processos de gestão de ativos e estoques.
Sobre o Grupo CPCON
No Grupo CPCON, você encontra soluções especializadas em gestão de ativos e estoques, com ênfase na tecnologia RFID, para otimizar e agilizar seus processos. Oferecemos serviços como inventário de ativos, gestão de ativos de TI, consultoria imobiliária, reconciliação fiscal-física e automação com RFID. Além disso, temos gestão de estoque, serviços de avaliação, soluções ágeis, software e consultorias variadas. Nossa vasta experiência, incluindo trabalhos com clientes renomados como Caixa Econômica, Vale e Petrobras, reforça nosso compromisso com ética e proteção de dados.
Guias
Soluções
Cansado de erros e imprecisões na Gestão de Seus Ativos e Estoques?
Experimente a precisão e eficiência da tecnologia RFID do Grupo CPCON. Com rastreamento em tempo real e uma drástica redução nas perdas, acelere os processos de inventário e gestão em sua empresa. Transforme sua gestão de ativos hoje mesmo!
Em destaque

Conteúdos Relacionados a ,

Comitê de Pronunciamento Contábeis

CPC 03 e a Demonstração dos Fluxos de Caixa (R2)

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) com o pronunciamento CPC 03, fornece informação em relação a alterações históricas de caixa e equivalente de caixa de uma entidade através de demonstração classificatória dos fluxos de caixa do período por atividades operacionais, de investimento e de financiamento.

Continuar lendo »
Novidades

Conteúdo Recentes

Rolar para cima