Avaliação imobiliária: por que ter na sua empresa

A avaliação imobiliária é fundamental para que um negócio seja feito com transparência e colha bons frutos. Logo, deve ser feita por corretores imobiliários que tenham capacitação e dominem os conhecimentos do mercado. Portanto, confira o que é, quais são os objetivos, como ser feito e as vantagens que uma avaliação imobiliária pode trazer para a sua empresa.

O que é avaliação imobiliária?

É comum as pessoas confundirem a avaliação imobiliária com a vistoria, porém as duas possuem diferenças, principalmente nos seus objetivos. Assim, enquanto a vistoria verifica as condições de conservação da habitação procurando possíveis reparos para que não haja prejuízo na transação do imóvel ou locação, a avaliação imobiliária não vai focar apenas nas condições internas, ou seja, será feita uma análise completa considerando também os fatores externos e de mercado para encontrar um preço justo.

Com isso, a avaliação imobiliária ajuda a encontrar um preço compatível com o do mercado. Dessa forma, quando feita corretamente, ajudam para que as negociações ocorram com maior eficiência e poucos questionamentos.

Se você está se perguntando quanto custa uma avaliação imobiliária, o Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) determinou que o valor deve girar em torno de 1% do valor do imóvel, entretanto, pode variar em cada estado. Além disso, a empresa que deseja realizar o parecer técnico de avaliação mercadológica deve apresentar o título de avaliador imobiliário.

A certificação dessa especialização pode ser feita pelo Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci) ou realizando uma graduação em gestão imobiliária. Em contrapartida, no dia a dia da imobiliária, é provável que o corretor realize a avaliação imobiliária informalmente, realizando a sugestão de preços de acordo com o seu conhecimento do mercado.

Por que fazer avaliação imobiliária?

Para quem deseja adquirir um imóvel, a realização da avaliação imobiliária de forma correta por alguma empresa pode ser essencial. De modo que, na avaliação, serão verificados todos os fatores e as características que podem ajudar na valorização do imóvel. Assim, essa estratégia pode ser importante para verificar se o valor pedido pelo proprietário ou por uma empresa imobiliária está de acordo com as condições e valores do mercado.

Um exemplo que pode ocorrer e demonstra qual é o objetivo de uma avaliação imobiliária é quando o valor pedido está abaixo do que foi mostrado na avaliação imobiliária. Sendo assim, neste caso, a melhor opção é acelerar a negociação, pois você pode estar diante de uma grande oportunidade, uma vez que o imóvel valoriza mais após a compra.

Em contrapartida, naquelas situações em que o valor pedido está acima do preço médio, o laudo da avaliação imobiliária pode servir como um referencial para conseguir negociar melhores condições de pagamento ou um desconto.

Quando é necessário fazer avaliação imobiliária?

Em síntese, a avaliação imobiliária é recomendada em processo de compra e venda, construção, financiamento ou até mesmo em uma partilha de bens, pois apenas com esse documento que fica possível chegar próximo ao preço real do imóvel, ou seja, o laudo é um documento comprobatório para a empresa.

Por isso, nos casos de financiamento, a empresa responsável pela concessão do crédito entra com o pedido para garantir que será coberto o valor investido, caso não haja pagamento da dívida.

Em contrapartida, nos casos que não têm o banco ou alguma empresa envolvida, e a negociação seja apenas com o vendedor, o comprador pode solicitar o documento para verificar o real valor do imóvel. Além disso, o documento pode ser utilizado em processos judiciais, normalmente, quando tem valores de aluguel envolvidos, revisão, renovação ou cálculo de indenização.

Avaliação imobiliária: por que ter na sua empresa

Quais os critérios utilizados para avaliação imobiliária?

Ao realizar uma avaliação imobiliária, a empresa precisa seguir alguns critérios para que o processo seja considerado legal. Assim, as regras foram estipuladas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e pelo Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (IBAPE). Logo, para definir o valor final do imóvel, é necessário conferir esses itens:

Localização

É o principal ponto da avaliação. Assim, para chegar ao preço de um imóvel, é necessário considerar a cidade, bairro ou rua que está localizado, pois pode afetar no preço final.

Acabamento

Conferir o estado de conservação também é fundamental. Nesse sentido, a realização correta do acabamento pode promover um crescimento considerável no valor do imóvel.

Documentação

A documentação em dia deve ser uma das exigências para que a operação financeira seja possível. Além disso, os impostos, degradação de áreas em preservação e locais de difícil acesso podem prejudicar o valor final.

Atividades básicas

Algumas atividades podem dificultar a valorização do imóvel. Assim, dependendo do motivo da análise, ocupações, dívidas anteriores e deterioração, podem gerar custos extras que dificultam a obtenção de lucro pela empresa.

Revestimento e pintura

Na avaliação imobiliária, no processo de análise do revestimento, o vistoriador verifica a existência de marcas, umidade e rachaduras, pois podem significar infiltrações ou vazamentos.

Além disso, as pinturas da parte interna e externa também podem demonstrar o nível de cuidado que está tendo com o imóvel. Por isso, é um dos critérios na hora da avaliação imobiliária. Além de ser comum também a verificação de sombreados, falhas e ondulações.

Fachada

Para conseguir uma avaliação positiva, é importante preservar em bom estado os componentes da fachada, como grades, portões, portas, calçamento e do portão eletrônico.

Elétrica e hidráulica

Essa parte do processo demanda uma inspeção detalhada. Dessa forma, devem ser realizados testes em todos os aparelhos, como ralos, descargas, chuveiros e caixa de energia.

Vidros

É preciso verificar se as janelas e portas de vidro estão em bom estado, pois o avaliador irá verificar se existem arranhões, falta de peças ou trincas.

Consultoria imobiliária para realizar a avaliação imobiliária

A busca de uma consultoria imobiliária para realização de uma avaliação imobiliária pode ser um excelente custo-benefício para a empresa. Portanto, para a empresa ser especialista no assunto, ela consegue analisar, estudar e conhecer o mercado imobiliário. Assim, a empresa do segmento está sempre atualizada e pode conseguir desenvolver planos estratégicos para o cliente.

Além disso, a consultoria imobiliária age de acordo com a lei. Logo, é uma garantia de que todo o processo está sendo feito de acordo com os pronunciamentos contábeis e as normas. Desse modo, a contratação de uma empresa especializada pode ajudar na diminuição de gastos, elaboração de contratos eficientes, segurança, auxílio nas negociações, respaldo jurídico e aproximação das duas partes.

Em contrapartida, é importante destacar que existe uma diferença entre um corretor e um consultor imobiliário. Assim, o corretor é o profissional regulado pelo Creci e que deve auxiliar no processo de compra, venda, locação e permuta, podendo realizar sugestões quanto à comercialização imobiliária. Logo, é uma de suas obrigações dar assistência aos clientes durante a visita em algum imóvel e saber analisar os locais que a imobiliária está disponibilizando para venda ou compra.

No entanto, o papel do consultor imobiliário é diferente. De modo que, através de informações e pesquisas, ele vai focar apenas em oferecer informações do mercado aos clientes, pois esse processo pode identificar oportunidades para saber se o mercado está ou não favorável.

Além disso, ele também consegue realizar previsões a médio e longo prazos, elaboração de contratos e acompanhamento das mudanças de proprietários. Apesar disso, os serviços não são excludentes. Sendo assim, é possível utilizar ambas as modalidades para que uma complemente a outra.

Os serviços realizados por uma consultoria imobiliária são diversos, entre eles: estudos de viabilidade econômica, análise de portfólios imobiliários, sugestões de novos negócios, monitoramento das tendências, negociação a valores justos, análise de rentabilidade, revisão de tributos, análise das melhores alternativas imobiliárias para um terreno, compra e venda de imóveis e também o “Built to Suit” (avaliação de operações em que instituições ocupam imóveis planejados para suas operações e demandas).

Quais os métodos utilizados para a avaliação imobiliária?

É necessário que os corretores utilizem critérios na hora de realizar a avaliação. Por outro lado, existem também diversos métodos que também são utilizados. Nesse sentido, o avaliador que irá definir qual o melhor para realizar a avaliação imobiliária, ou seja, varia de acordo com o local. Assim, confira quais são os principais métodos:

Método evolutivo

É muito indicado na avaliação de imóveis urbanos, pois ele é feito através do cálculo do terreno e suas benfeitorias.

Método involutivo

Utilizado na avaliação de terrenos não muito comuns, pois é realizado um estudo para saber a viabilidade técnico-econômica do valor do terreno.

Método comparativo

É o método imobiliário mais famoso. Dessa forma, é feita uma comparação com os dados do mercado para verificar qual melhor se aproxima da realidade do imóvel, exemplo: bairro igual, área de lazer igual, número de quartos iguais, entre outros pontos.

Em síntese, a avaliação imobiliária é nada mais do que um relatório em que estão presentes conhecimentos técnicos e científicos que são utilizados para a avaliação de bens. Assim, seguindo uma série de procedimentos, tem o objetivo de gerar um laudo.

0 0 votes
Avaliação do artigo
0 0 votes
Avaliação do artigo
Inscreva-se
Notifique-me
guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentarios
O impacto da falta de gestão de ativos no seu empreendimento
A gestão de ativos está diretamente ligada à governança corporativa e busca identificar, mensurar e controlar o ciclo de vida desses ativos nas organizações.
Informações Relevantes
Guia de Navegação
Mantenha-se atualizado
Torne-se PRIME

Se inscreva gratuitamente para ler nossos artigos, dicas e conteúdos exclusivos com prioridade.

Em destaque
Posts Relacionados