Gestão e Controle Patrimonial Efetivos

Entenda como o controle patrimonial efetivo adequando aspectos gerenciais e contábeis pode beneficiar a administração da sua empresa.

 

É fato a existência de pontos-chave de decisão dentro de um empreendimento, que de certo modo não são idealizados e direcionados para otimização da gestão empresarial. O fator, que de maneira geral, é de suma importância é controle patrimonial efetivo.

No aspecto temporal de um empreendimento, observamos a aquisição de bens, ou produção dos mesmos e consequentemente estes mesmo são assimilados ao patrimônio. Um grande porém, é que tais incorporações devem ser tratadas de maneiras distintas, os procedimentos para contabilizar os mesmos variam, e necessitam de procedimentos diferentes, pois também sofrem depreciação diferenciada.

Um exemplo básico a ser considerado, é a indentificação de um bem através de sua nota fiscal de aquisição, um grande porém neste caso, é na formulação e fabricação de um bem para utilização própria, como exemplo também as mobílias. Deste modo, é interessante é imprescindível o efetivo controle patrimonial na apuração e contabilização dos ativos.

Analisando assim a gestão patrimonial do empreendimento, é interessante que todos os gastos contabilizados para geração interna de produtos, como no exemplo os mobiliários, tem seu registro no resultado, quando é interessante integrar o valor do ativo ao patrimônio da empresa.

Em suma, por falhas na controle patrimonial, muitos empreendimentos por falta de atuação no seu registro de integração do bem patrimonial a contabilidade, deixam de otimizar seus processos internos e adequações contábeis, perdendo até capital neste descontrole, sendo, que este valor seria interessante em re-investimentos, para diferencial competitivo, que é garantido por um controle do patrimônio.

Considerações Fiscais – Gestão Contábil e Imobilização

Do ponto de vista fiscal, é interessante focar no correto registro e inclusão patrimonial do ativo na contabilidade. Esta etapa é fundamental, para que não haja contratempos perante fiscalização como um tipo de omissão de receita.

Desta Forma, tanto o controle patrimonial, quanto a gestão contábil são interessantes e totalmente pertinentes em uma gestão eficiente. É necessário total integração e controle dos processos internos, para otimizar e agilizar a atuação das mesmas.

Controle Patrimonial – Controle Físico dos Bens

É de total necessidade na gestão patrimonial, o total controle do patrimônio. Desta forma, exemplificadamente, o empreendedor tem que ter registro de todos os seus ativos, e o estado dos mesmos, tanto para adequações legislativas, quanto para o próprio controle físico.

Tais considerações de controle efetivo, são interessantes, pois estes ativos, por não terem sua inclusão na contabilidade, consequentemente não tem registro físico no patrimônio da empresa, podendo sua ausência ser concretizada por motivos diversos.

Engenharia de Avaliações – Importância do Laudo de Avaliação

Além da necessidade do real estado de um determinado ativo de um empreendimento, a utilização de laudo de avaliação também é relevante ao controle dos bens. Tendo registro dos ativos na contabilidade além de um laudo de vida útil do mesmo, garante também a certeza que tais registros não estão defasados, perante as rotinas de controle dos mesmos. Sendo a Engenharia de Avaliações muito pertinente em todo este aspecto, auxiliando a Gestão Patrimonial de modo eficiente.

Redução ao Valor Recuperável de Ativos – Depreciação, Teste de Impairment e Teste de Recuperabilidade

Coma  mudança na legislação, agora com a necessidade de verificação do estado contábil de um ativo com a execução de teste de impairment ou teste de recuperabilidade para avaliar se os valores contábeis condizem com sua situação de mercado, podendo ocorrer alguma depreciação acelerada ou outro situação pertinente alterando estes valores. Desta forma, sendo o ativo verificado a diferença no aspecto contábil registrado de seu valor de mercado, se aplica a redução ao valor recuperável de ativos, conforme a mudança na lei 11.638/07 e o pronunciamento CPC 01.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Você quer um inventario mais eficiente?
Beneficie-se com o rastreio em tempo real, redução significativa de perdas e um aumento notável na velocidade dos processos de gestão de ativos e estoques.
Sobre o Grupo CPCON
No Grupo CPCON, você encontra soluções especializadas em gestão de ativos e estoques, com ênfase na tecnologia RFID, para otimizar e agilizar seus processos. Oferecemos serviços como inventário de ativos, gestão de ativos de TI, consultoria imobiliária, reconciliação fiscal-física e automação com RFID. Além disso, temos gestão de estoque, serviços de avaliação, soluções ágeis, software e consultorias variadas. Nossa vasta experiência, incluindo trabalhos com clientes renomados como Caixa Econômica, Vale e Petrobras, reforça nosso compromisso com ética e proteção de dados.
Guias
Soluções
Cansado de erros e imprecisões na Gestão de Seus Ativos e Estoques?
Experimente a precisão e eficiência da tecnologia RFID do Grupo CPCON. Com rastreamento em tempo real e uma drástica redução nas perdas, acelere os processos de inventário e gestão em sua empresa. Transforme sua gestão de ativos hoje mesmo!
Em destaque

Conteúdos Relacionados a ,

Comitê de Pronunciamento Contábeis

CPC 14 e os Instrumentos Financeiros

O Pronunciamento Técnico CPC 14 tem por objetivo estabelecer princípios para o reconhecimento e a mensuração de ativos e passivos financeiros e de alguns contratos de compra e venda de itens não financeiros e para a divulgação de instrumentos financeiros derivativos.

Continuar lendo »
Contabilidade Ambiental

Contabilidade Ambiental

A contabilidade ambiental é de extrema importância e pode gerar decisão de compra por parte dos clientes. Afinal, compreenda que atualmente as empresas que se preocupam com o planeta são

Continuar lendo »
Comitê de Pronunciamento Contábeis

CPC 02 R2 e os Efeitos das Demonstrações Contábeis

O CPC 02 tem por objetivo determinar como incluir transações em moeda estrangeira e operações no exterior nas demonstrações contábeis de uma entidade no Brasil e mostrar como converter as demonstrações contábeis de entidade no exterior para a moeda de apresentação das demonstrações contábeis no Brasil para fins de registro da equivalência patrimonial.

Continuar lendo »
Comitê de Pronunciamento Contábeis

Redução ao Valor Recuperável de Ativos – Mudança Lei 11.638/07

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis reitera o pronunciamento técnico CPC 01 sobre a Redução ao Valor Recuperável de Ativos. Conforme Art. 3º, Considera-se de grande porte, para fins exclusivos desta lei, a sociedade ou conjunto de sociedades sob controle comum que tiver, no exercício social anterior, ativo total superior a R$ 240.000.000,00 ou receita bruta anual superior a R$ 300.000.000,00”

Continuar lendo »
Novidades

Conteúdo Recentes

Rolar para cima