Ativos Intangíveis – O que são e contabilização

Ativos Intangíveis - O que são e contabilização
Os ativos intangíveis são aqueles que não podem ser tocados os armazenados. Porém, são de grande importância para as empresas.

Os ativos intangíveis envolvem aqueles elementos de uma empresa que não são físicos. Desse modo, compreenda que isso é de extrema importância e precisa ser muito bem analisado dentro da organização.

Pois, entenda que a reputação e a visão pela qual a empresa é vista está diretamente ligada a esses pontos. Então vamos saber exatamente o que são estes ativos e compreendê-los adequadamente.

Pontos Chave

  • Ativos intangíveis: São os bens tocáveis (imateriais) que não possuem parte física. Desse modo, entenda que eles não são monetários e não contam com uma estrutura física;
  • Exemplos de ativos intangíveis: Alguns elementos desta categoria englobam as marcas, patentes, receitas, direitos autorais, lista de clientes, entre outros;
  • Tangíveis x Intangíveis: O primeiro consiste nos ativos físicos que podem ser tocados e guardados na empresa. Enquanto que o segundo envolve os itens imateriais da organização.

O que são ativos intangíveis?

Primeiramente, você deve saber que um negócio (empresa) requer bastante dedicação e esforço. Afinal, compreenda que um empreendimento carece de uma ambientação propícia e de um bom planejamento.

Além disso, saiba que temos os ativos que estão inclusos dentro da organização. Sendo que os tangíveis são aqueles que podem ser tocados e vendidos, se tornando valores monetários.

Enquanto que os ativos intangíveis consistem naqueles que não possuem estrutura física. Uma vez que os mesmos não podem vir a ser tocados, pois são diferentes dos tangíveis.

De acordo com o pronunciamento CPC 04 temos que o ativo intangível engloba um determinado item (bem) que não é monetário. Ou seja, entenda que ele não pode ser convertido em dinheiro.

Sendo, portanto, um ativo que não tem nenhuma substância física. Alguns exemplos são a marca, nome comercial e a sua lista de clientes. Dessa maneira, compreenda que alguns pontos indicam o que vem a ser um ativos intangíveis:

  • Se ele for separável, podendo ser dividido pela empresa e posteriormente vendido. Além de ser transferível, alugado, licenciado, trocado (individual ou conjunto) através de contrato, tendo ativo/passivo relacionado;
  • Resulta nos direitos contratuais ou mesmo nos direitos legais, sejam transferíveis, separáveis ou obrigações/direitos;
  • Ser provável que alguns benefícios econômicos (futuros) que são esperados e atribuíveis a este ativo sejam gerados favorecendo esta empresa;
  • Mensuração do custo deste ativo ser feito com maior segurança.

Vale destacar que podemos listar os ativos intangíveis em vários elementos distintos, tais como:

  • Marca;
  • Modelo;
  • Licenças;
  • Protótipos;
  • Direitos Autorais;
  • Franquias;
  • Projetos;
  • Patentes;
  • Softwares;
  • Entre outros tipos.

Quais são as diferenças entre ativos tangíveis e intangíveis?

Um ponto importante que você deve saber é que os dois tipos de ativos são diferentes. Pois, compreenda que os tangíveis são aqueles que possuem parte física, ou seja, permitem serem tocados.

Nesse sentido, compreenda que temos os seguintes exemplos:

  • Terrenos;
  • Prédios;
  • Salas;
  • Veículos;
  • Equipamentos;
  • Impressoras/Computadores.

Por certo, entenda que os ativos intangíveis englobam os itens que não podem ser tocados e nem estocados. Visto que são elementos sem uma estrutura física, conforme os exemplos citados no tópico acima.

Além disso, compreenda que um ponto de diferenciação está relacionado a liquidação da venda do ativo. De tal forma que fazer a mensuração de algo que não é físico se torna bem complicado.

Outro detalhe essencial é que nos tangíveis temos uma depreciação e nos intangíveis há a amortização. Vale explicar que o conceito depreciação consiste em reduzir os valores dos tangíveis (bens) através do desgaste deles.

Enquanto que na amortização temos uma redução contábil de todos os itens intangíveis. Mediante a utilização deles e também o grau de obsolescência apresentado nos mesmos.

De fato, compreenda que os ativos intangíveis não possuem a depreciação. Uma vez que não são físicos e por isso é utilizado o termo de amortização que pode ter 2 formas:

  • Definida: um período (determinado) em que se aguarda que tal ativo obtenha entradas líquidas (caixa). Com isso, entenda que o cálculo da amortização é feita pela estimativa da utilidade (econômica) de um determinado bem;
  • Indefinida: caso não haja um limite que seja previsível no período de geração das entradas líquidas (caixa). Assim, saiba que no pronunciamento CPC 01 há a exigência do teste de impairment que é anual ou pode ser feito ao sinal de desvalorização do ativo.

A importância dos intangíveis em uma empresa

Os ativos intangíveis realmente são importantes em uma empresa e isso é evidente. Contudo, saiba que ocorreram mudanças no modo de estabelecimento das organização no mercado.

Ao passo que isso foi se modificando com o passar dos anos. Sendo que anteriormente os destaques ficavam por conta da parte física:

  • Patrimônio;
  • Maquinários;
  • Frota;
  • Entre outros.

Só que no período atual temos o conhecimento como sendo algo fundamental e que ajuda no crescimento. Assim, compreenda que existem várias empresas que tem valor (mercado) maior do que o valor (contábil).

E isso acontece devido aos ativos intangíveis (valor), sua capacidade de inovar e também o capital humano. Sendo então mais reconhecidos muitos vezes do que os próprios ativos físicos.

Como resultado, saiba que os intangíveis ajudam na construção da riqueza presente em uma companhia. Gerando maior contribuição (confiabilidade) por parte do consumidor na relação dele com os produtos/serviços.

Portanto, os intangíveis são tão importantes quanto os tangíveis, devido a sua presença marcante nas empresas. E mesmo não sendo físicos são elementos essenciais para que haja evolução e crescimento no mercado.

Perguntas

Quais são os ativos intangíveis?

Os ativos intangíveis em uma empresa consistem naqueles bens não tocáveis, por não possuírem estrutura física. Desse modo, podem ser considerados um ativo não monetário que é identificável e sem estrutura (física).

Que são bens intangíveis?

São elementos sem estrutura física e que se tornam essenciais na manutenção das empresas. De tal modo que agregam valores para o negócio, devido ao seu grau de importância.

O que são ativos tangíveis e intangíveis?

Os ativos tangíveis englobam aqueles bens (materiais) com estrutura e podem ser tocados. Enquanto que os intangíveis são imateriais, porém existem e geram valor a empresa.

5 exemplos de ativos intangíveis

Esses bens chamados de ativos intangíveis podem ser exemplificados por marcas, patentes, receitas, direitos autorais, lista de clientes, entre muitos outros tipos.

Quais são os produtos intangíveis?

Os intangíveis podem ser dos mais diversos produtos e cada um deles tem suas especificações. Dessa maneira temos as advocacias, as agências de marketing, streaming, assistência técnica, entre outros.

Conclusão

Em conclusão, saiba que os bens intangíveis são aqueles ativos imateriais que fazem parte da empresa. Consequentemente, compreenda que os mesmos possuem uma grande importância e agregam valor a organização.

De tal forma que não contam com estrutura física, não podendo ser tocados. Sendo itens que não são identificáveis como monetários e não podem ser armazenados como os bens tangíveis.

Assim, entenda que os ativos intangíveis precisam ser verificados nas empresas. Já que fazem parte da mesma e organizá-los corretamente ajudará a deixar tudo muito bem estruturado.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Você quer um inventario mais eficiente?
Beneficie-se com o rastreio em tempo real, redução significativa de perdas e um aumento notável na velocidade dos processos de gestão de ativos e estoques.
Sobre o Grupo CPCON
No Grupo CPCON, você encontra soluções especializadas em gestão de ativos e estoques, com ênfase na tecnologia RFID, para otimizar e agilizar seus processos. Oferecemos serviços como inventário de ativos, gestão de ativos de TI, consultoria imobiliária, reconciliação fiscal-física e automação com RFID. Além disso, temos gestão de estoque, serviços de avaliação, soluções ágeis, software e consultorias variadas. Nossa vasta experiência, incluindo trabalhos com clientes renomados como Caixa Econômica, Vale e Petrobras, reforça nosso compromisso com ética e proteção de dados.
Guias
Soluções
Cansado de erros e imprecisões na Gestão de Seus Ativos e Estoques?
Experimente a precisão e eficiência da tecnologia RFID do Grupo CPCON. Com rastreamento em tempo real e uma drástica redução nas perdas, acelere os processos de inventário e gestão em sua empresa. Transforme sua gestão de ativos hoje mesmo!
Em destaque

Conteúdos Relacionados a

Comitê de Pronunciamento Contábeis

Redução ao Valor Recuperável de Ativos – Mudança Lei 11.638/07

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis reitera o pronunciamento técnico CPC 01 sobre a Redução ao Valor Recuperável de Ativos. Conforme Art. 3º, Considera-se de grande porte, para fins exclusivos desta lei, a sociedade ou conjunto de sociedades sob controle comum que tiver, no exercício social anterior, ativo total superior a R$ 240.000.000,00 ou receita bruta anual superior a R$ 300.000.000,00”

Continuar lendo »
Novidades

Conteúdo Recentes

Rolar para cima