IASB – International Accounting Standards Board

uma foto de destaque para um post de blog sobre o IASB (International Accounting Standards Board)
Descubra tudo sobre o IASB - Conselho de Normas Internacionais de Contabilidade. Saiba sobre sua história, objetivos, normas contábeis e críticas. Leia agora!

O IASB (Conselho de Normas Internacionais de Contabilidade) é uma organização internacional que estabelece normas contábeis reconhecidas em todo o mundo. O objetivo principal do IASB é a harmonização das práticas contábeis em todo o mundo, garantindo assim que as empresas possam reportar suas informações financeiras de forma coerente e transparente.

História do IASB

O IASB foi criado em 2001, substituindo o IASC, sigla para International Accounting Standards Committee (Conselho de Normas Internacionais de Contabilidade). O IASC foi fundado em 1973, com o objetivo de promover a harmonização das práticas contábeis em todo o mundo. Durante a sua existência, o IASC publicou uma série de normas contábeis internacionais, conhecidas como IAS (International Accounting Standards).

Origem e evolução do IASB

O IASB foi criado como resultado de uma revisão estratégica do IASC, que concluiu que a organização precisava ser reformada para melhor atender às necessidades do mercado global de contabilidade. O IASB foi criado com a missão de desenvolver e promover o uso de normas contábeis internacionais de alta qualidade.

Desde a sua criação, o IASB tem trabalhado para desenvolver e aprimorar suas normas contábeis internacionais, conhecidas como IFRS (Normas Internacionais de Relatório Financeiro). O IFRS se tornou a base para a elaboração de demonstrações financeiras em muitos países ao redor do mundo.

Mudanças importantes na história do IASB

Desde sua criação, o IASB tem trabalhado para melhorar a transparência e a qualidade da informação financeira em todo o mundo. Em 2005, o IASB e o FASB (Conselho de Normas Contábeis Financeiras dos EUA) iniciaram um projeto conjunto para desenvolver um conjunto único de normas contábeis globais. Essa iniciativa ficou conhecida como o Projeto de Convergência e teve como objetivo alinhar as normas contábeis internacionais do IASB com as normas contábeis dos EUA.

Nos últimos anos, o IASB também tem trabalhado para melhorar a transparência e a qualidade da informação financeira em todo o mundo. Em 2016, o IASB publicou a Norma Internacional de Relatórios Financeiros 16 (IFRS 16), que introduziu novas regras para contabilização de arrendamentos.

Em geral, o IASB tem desempenhado um papel importante na promoção de normas contábeis globais de alta qualidade e na melhoria da transparência e da qualidade da informação financeira em todo o mundo.

Estrutura do IASB

O Conselho de Normas Internacionais de Contabilidade (IASB) é composto por diversas partes que trabalham juntas para desenvolver e aprovar as normas contábeis internacionais. Essa estrutura foi criada para garantir a transparência, a qualidade e a consistência das informações financeiras apresentadas pelas empresas em todo o mundo.

Comitês e grupos de trabalho do IASB

O IASB tem diversos comitês e grupos de trabalho que ajudam a desenvolver as normas contábeis. Esses grupos são compostos por especialistas de todo o mundo, que trabalham juntos para identificar os problemas contábeis e desenvolver soluções adequadas. Alguns desses comitês e grupos de trabalho incluem:

  • Comitê de Interpretação das Normas Internacionais de Contabilidade (IFRIC)
  • Comitê de Normas Internacionais de Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas (IFRS for SMEs)
  • Grupo Consultivo de Interpretação das Normas Internacionais de Contabilidade (SIC)
  • Grupo de Trabalho sobre Instrumentos Financeiros (ITG)

Esses comitês e grupos de trabalho são fundamentais para o desenvolvimento das normas contábeis internacionais e para garantir que essas normas sejam aplicáveis a empresas de todos os setores e regiões.

Processo de desenvolvimento e aprovação das normas contábeis do IASB

O IASB segue um processo rigoroso para o desenvolvimento e aprovação das normas contábeis internacionais. Esse processo começa com a identificação dos problemas contábeis e a avaliação das possíveis soluções. Em seguida, é realizada uma ampla consulta pública para obter feedback de todas as partes interessadas, incluindo empresas, investidores, contadores, reguladores e acadêmicos.

Com base nas respostas recebidas durante a consulta pública, o IASB desenvolve uma proposta de norma contábil, que é revisada por diversos comitês e grupos de trabalho. Depois de uma revisão cuidadosa e da consideração de todos os comentários recebidos, a norma é finalizada e aprovada pelo Conselho de Normas Internacionais de Contabilidade.

Esse processo rigoroso garante que as normas contábeis internacionais sejam desenvolvidas com a contribuição de todas as partes interessadas e que reflitam as melhores práticas contábeis em todo o mundo. Além disso, o processo de consulta pública garante que as normas contábeis sejam aplicáveis e praticáveis para as empresas em todo o mundo.

Em resumo, a estrutura do IASB é fundamental para garantir a transparência e a qualidade das informações financeiras apresentadas pelas empresas em todo o mundo. Os comitês e grupos de trabalho do IASB ajudam a desenvolver as normas contábeis internacionais, enquanto o processo rigoroso de desenvolvimento e aprovação garante que essas normas sejam aplicáveis e praticáveis para empresas de todos os setores e regiões.

Objetivos do IASB

O Conselho de Normas Internacionais de Contabilidade (IASB, na sigla em inglês) tem como principal objetivo aprimorar e harmonizar as normas contábeis em todo o mundo. Essa missão é alcançada por meio do desenvolvimento e da publicação de normas contábeis internacionais que sejam de alta qualidade e que atendam às necessidades dos usuários das demonstrações financeiras.

Harmonização das normas contábeis

Uma das principais metas do IASB é promover a harmonização das normas contábeis em todo o mundo. A harmonização é importante para facilitar a comparação das demonstrações financeiras entre empresas de diferentes países e para reduzir os custos de conformidade para as empresas que atuam em vários mercados.

Melhoria da transparência e qualidade da informação financeira

Outro objetivo do IASB é melhorar a transparência e a qualidade da informação financeira divulgada pelas empresas. Para isso, o Conselho busca desenvolver normas contábeis que sejam claras, objetivas e consistentes, permitindo que os usuários das demonstrações financeiras compreendam de forma precisa a situação financeira e patrimonial das empresas.

Convergência das normas contábeis internacionais

Por fim, o IASB tem o objetivo de promover a convergência das normas contábeis internacionais, a fim de garantir que as normas contábeis de diferentes países sejam coerentes e que as diferenças sejam reduzidas. Isso é importante para as empresas que atuam em mercados globais, pois facilita a preparação das demonstrações financeiras e reduz os custos de conformidade.

Em resumo, os objetivos do IASB são aprimorar e harmonizar as normas contábeis em todo o mundo, melhorar a qualidade e a transparência da informação financeira e promover a convergência das normas contábeis internacionais. Tais objetivos contribuem para o desenvolvimento de um ambiente contábil global mais eficiente, transparente e confiável.

Normas contábeis internacionais do IASB

O IASB é responsável pela criação e manutenção de normas contábeis internacionais, conhecidas como IFRS (International Financial Reporting Standards). Essas normas são adotadas por empresas em todo o mundo para garantir a consistência e comparabilidade das demonstrações financeiras.

Principais normas contábeis do IASB

IFRS 13 - Fair Value Measurement 2

Algumas das principais normas contábeis criadas pelo IASB incluem:

  • IFRS 9 – Instrumentos Financeiros

Essa norma estabelece as regras para o reconhecimento, mensuração e divulgação de instrumentos financeiros, incluindo títulos, empréstimos e derivativos.

Essa norma estabelece os princípios contábeis para reconhecimento, mensuração e divulgação de receita proveniente de contratos com clientes.

Essa norma estabelece os princípios contábeis para reconhecimento, mensuração e divulgação de arrendamentos, tanto para o arrendador quanto para o arrendatário.

Como as normas contábeis do IASB impactam as empresas

A adoção das normas contábeis do IASB pode ter impactos significativos nas empresas. Algumas das principais mudanças incluem:

  • Padronização das demonstrações financeiras: a adoção das normas contábeis do IASB garante a comparabilidade das demonstrações financeiras entre empresas em diferentes países e setores.
  • Mudanças na mensuração e reconhecimento de ativos e passivos: as normas contábeis do IASB podem alterar as regras de reconhecimento e mensuração de ativos e passivos, o que pode afetar o resultado financeiro da empresa.
  • Aumento da transparência: as normas contábeis do IASB são projetadas para aumentar a transparência e a qualidade da informação financeira divulgada pelas empresas.
como a adequação ao iasb impacta nas empresas

Diferenças entre as normas contábeis do IASB e as normas contábeis brasileiras

As normas contábeis brasileiras são reguladas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC). Embora as normas contábeis brasileiras sejam amplamente harmonizadas com as normas contábeis do IASB, existem algumas diferenças importantes, como:

  • Reconhecimento de ativos intangíveis: as normas contábeis brasileiras permitem o reconhecimento de ativos intangíveis com base em projeções de fluxo de caixa futuro, enquanto as normas contábeis do IASB exigem que esses ativos sejam mensurados com base em evidências históricas.
  • Reconhecimento de receita: as normas contábeis brasileiras têm regras específicas para reconhecimento de receita em contratos de construção, enquanto as normas contábeis do IASB têm uma norma geral para reconhecimento de receita.
  • Demonstração de fluxo de caixa: as normas contábeis brasileiras exigem que as empresas apresentem uma demonstração

Críticas ao IASB

O IASB é alvo de críticas por diversos setores, que apontam algumas falhas em seu funcionamento e atuação. Algumas das principais críticas ao IASB são:

Falta de representatividade regional e setorial

Uma das críticas mais frequentes ao IASB é a falta de representatividade regional e setorial em seu processo de elaboração de normas contábeis internacionais. Muitos países e setores alegam que suas vozes não são ouvidas pelo IASB, que é dominado por países desenvolvidos e grandes empresas multinacionais. Isso pode levar a normas contábeis que não levam em conta as particularidades de certos setores ou países, o que pode prejudicar a qualidade da informação financeira produzida pelas empresas.

Influência de grandes empresas multinacionais

Outra crítica ao IASB é a influência de grandes empresas multinacionais em seu processo de elaboração de normas contábeis. Muitos argumentam que as empresas têm uma participação desproporcional no processo, o que pode levar a normas contábeis que favorecem seus interesses em detrimento dos interesses de outras partes interessadas, como investidores, reguladores e usuários das informações financeiras. Alguns também alegam que a proximidade do IASB com as grandes empresas pode levar a um conflito de interesses e minar a independência e a credibilidade do conselho.

Aplicando o IASB com a CPCON

Em suma, o IASB é uma organização crucial para a harmonização e melhoria da qualidade da informação financeira no mundo todo. Suas normas contábeis internacionais são amplamente reconhecidas e adotadas pelas empresas, contribuindo para a transparência e a comparabilidade das informações financeiras.

É importante ressaltar que a adequação às normas do IASB pode ser um desafio para muitas empresas. É necessário um entendimento profundo das normas e uma avaliação cuidadosa das práticas contábeis da empresa para garantir a conformidade. Nesse sentido, a CPCON oferece serviços de consultoria para auxiliar empresas na adequação ao IASB e demais normas contábeis internacionais.

Caso você tenha interesse em saber mais sobre nossos serviços e como podemos ajudá-lo, não hesite em entrar em contato conosco. Estamos à disposição para esclarecer suas dúvidas e fornecer soluções personalizadas para suas necessidades contábeis.

Entre em contato conosco agora mesmo e comece a se preparar para as exigências do mercado globalizado.

Perguntas frequentes sobre o IASB:

O que é o IASB?

O IASB é o Conselho de Normas Internacionais de Contabilidade, uma organização independente que desenvolve normas contábeis internacionais, com o objetivo de harmonizar as práticas contábeis em todo o mundo. O IASB é responsável pelo desenvolvimento e manutenção do International Financial Reporting Standards (IFRS), que é adotado em mais de 140 países, incluindo o Brasil.

Qual é a diferença entre as normas contábeis brasileiras e as normas contábeis internacionais do IASB? 

Comitê de Pronunciamento Contábeis

O CPC (Comitê de Pronunciamentos Contábeis) é o órgão responsável pelo desenvolvimento das normas contábeis no Brasil, enquanto o IASB (International Accounting Standards Board) é o responsável pelas normas contábeis internacionais. A principal diferença entre as normas contábeis brasileiras do CPC e as normas contábeis internacionais do IASB está na abrangência geográfica e no público alvo.

Enquanto as normas contábeis do CPC se aplicam apenas no Brasil, as normas contábeis do IASB são utilizadas em diversos países do mundo. Além disso, as normas do CPC são desenvolvidas levando em consideração as particularidades e necessidades do mercado brasileiro, enquanto as normas do IASB são mais abrangentes e genéricas, podendo ser aplicadas em diferentes realidades.

Outra diferença importante é que as normas do CPC são mais prescritivas, ou seja, elas estabelecem regras mais detalhadas e específicas, enquanto as normas do IASB são mais baseadas em princípios, deixando mais espaço para a interpretação e julgamento profissional.

Apesar das diferenças, é importante destacar que as normas contábeis do CPC e do IASB têm como objetivo principal a busca pela transparência e confiabilidade das informações contábeis, garantindo que elas sejam úteis para a tomada de decisões e para a comparação de desempenho entre diferentes empresas.

Quais são os objetivos do IASB?

O IASB tem como principais objetivos a harmonização das práticas contábeis em todo o mundo, a melhoria da qualidade e transparência das informações financeiras, e a convergência das normas contábeis internacionais. O IASB busca alcançar esses objetivos por meio do desenvolvimento de normas contábeis de alta qualidade, que sejam consistentes, transparentes e aplicáveis em diferentes contextos.

Por que as normas contábeis internacionais são importantes para as empresas?

As normas contábeis internacionais são importantes para as empresas porque proporcionam uma maior transparência e comparabilidade das informações financeiras entre empresas de diferentes países, além de permitir a redução dos custos de conformidade regulatória.

As normas contábeis internacionais também ajudam as empresas a atrair investidores estrangeiros e a acessar mercados internacionais de capitais. Além disso, as normas contábeis internacionais são frequentemente vistas como uma referência de boas práticas contábeis, o que pode melhorar a reputação e a credibilidade das empresas.

Como o IASB é financiado?

O IASB é financiado por meio de contribuições voluntárias de organizações e empresas em todo o mundo, que reconhecem a importância do desenvolvimento de normas contábeis internacionais.

O IASB também recebe recursos de organismos governamentais e de reguladores financeiros em todo o mundo, que utilizam as normas contábeis internacionais do IASB como referência para a elaboração de suas próprias normas.

As contribuições recebidas pelo IASB são utilizadas para financiar o desenvolvimento e manutenção das normas contábeis internacionais, bem como para outras atividades relacionadas ao trabalho do IASB.

5 4 votes
Avaliação do artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Você quer um inventario mais eficiente?
Beneficie-se com o rastreio em tempo real, redução significativa de perdas e um aumento notável na velocidade dos processos de gestão de ativos e estoques.
Sobre o Grupo CPCON
No Grupo CPCON, você encontra soluções especializadas em gestão de ativos e estoques, com ênfase na tecnologia RFID, para otimizar e agilizar seus processos. Oferecemos serviços como inventário de ativos, gestão de ativos de TI, consultoria imobiliária, reconciliação fiscal-física e automação com RFID. Além disso, temos gestão de estoque, serviços de avaliação, soluções ágeis, software e consultorias variadas. Nossa vasta experiência, incluindo trabalhos com clientes renomados como Caixa Econômica, Vale e Petrobras, reforça nosso compromisso com ética e proteção de dados.
Guias
Soluções
Cansado de erros e imprecisões na Gestão de Seus Ativos e Estoques?
Experimente a precisão e eficiência da tecnologia RFID do Grupo CPCON. Com rastreamento em tempo real e uma drástica redução nas perdas, acelere os processos de inventário e gestão em sua empresa. Transforme sua gestão de ativos hoje mesmo!
Em destaque

Conteúdos Relacionados a ,

Comitê de Pronunciamento Contábeis

CPC 02 R2 e os Efeitos das Demonstrações Contábeis

O CPC 02 tem por objetivo determinar como incluir transações em moeda estrangeira e operações no exterior nas demonstrações contábeis de uma entidade no Brasil e mostrar como converter as demonstrações contábeis de entidade no exterior para a moeda de apresentação das demonstrações contábeis no Brasil para fins de registro da equivalência patrimonial.

Continuar lendo »
Novidades

Conteúdo Recentes

Rolar para cima